domingo, 30 de setembro de 2012

Pinheiro: MP denuncia Zé Arlindo por ausência de prestação de contas


Se condenado, prefeito pode pagar pena de detenção, de três meses a três anos; sanção pode ser substituída por trabalho comunitário se o prefeito concordar com condições do MP
De O Estado
O promotor Suvamy Vivekananda Meireles, subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) contra o prefeito de Pinheiro, José Arlindo (PSB), por crime de responsabilidade. O caso será julgado pela 2ª Câmara Criminal do TJ, com relatoria do desembargador Raimundo Nonato Souza.
Neste caso, a pena para o prefeito, se condenado, é a perda do cargo que ele ocupa atualmente, além de detenção, que pode variar de três meses a três anos.
No processo, José Arlindo é acusado de ter deixado de prestar contas anuais referentes ao exercício financeiro de 2011 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). De acordo com o Ministério Público, o prazo para que isso fosse feito expirou no dia 2 de abril deste ano, o que foi comunicado dois dias depois, pela própria corte de contas.

“A declaração de inadimplência do ora denunciado para com o dever de prestação de contas, relativas ao exercício financeiro do ano de 2011 [...] surgiu de deliberação do egrégio Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, em sessão plenária realizada no dia 4 de abril de 2012, tendo sido formalizada através da Resolução n° 177/2012-TCE/MA”, relata o promotor na peça.
Crime
O representante do Ministério Público ressalta que, além de ilícito passível de sanção de natureza administrativa, civil e política, o simples atraso na prestação das contas já é suficiente para caracterizar crime, mesmo que isso não gere qualquer resultado negativo ao Poder Público.
“Registre-se que o simples atraso na prestação de contas é suficiente para configurar o delito [...], consumando-se independentemente de produção de qualquer resultado”, argumenta.
Ao final da denúncia, o promotor Suvamy Vivekananda dá aos julgadores do caso a opção de suspender condicionalmente a pena de detenção, desde que José Arlindo comprometa-se com a Justiça a apresentar a prestação de contas no prazo máximo de trinta dias após a decisão da 2ª Câmara Criminal, compareça, mensal e pessoalmente, ao juízo da Comarca para informar e justificar atividades e, ainda, prestar serviços comunitários a entidade de natureza social em Pinheiro.
Outro lado
A reportagem de O Estado tentou contato com o prefeito José Arlindo e sua assessoria na tarde de ontem, mas nenhuma das ligações foi atendida,  ou retornada.

Acidente com vitima fatal vira troca de acusação entre partidários


O acidente que vitimou o Sr. AUDELINO MARTINS “DERINHO” de 24 anos, morador do distrito de três furos no município de Pres. Sarney, ocorrido no ultimo sábado dia 22, por volta das 23:30hs  vem causando uma tremenda confusão naquele município.

O acidente aconteceu na estrada que liga o centro do município ao povoado de bem posta, povoado esse onde no mesmo dia os dois candidatos a corrida da prefeitura daquele município tinham movimentos políticos.

Derinho, como era conhecido foi atropelado por um veiculo ainda não identificado, o que gerou uma troca de acusações por parte dos partidários políticos de Pres. Sarney, o grupo ligado à candidata Valéria castro, atribui o acidente a um carro ligado os coordenadores de campanha de Edson chagas, já o grupo ligado a Edson atribui o acidente a um microônibus que estaria a serviço do comitê de Valéria.

O veiculo ligado a coordenadores da campanha de Edson, já foi periciado e nada consta o envolvimento do mesmo no acidente, já o microônibus(suposto envolvido no acidente), desapareceu do comitê da branca e foi localizado em uma oficina na cidade de pinheiro (muito estranho).

A única testemunha que presenciou o acidente é morador da cidade de pinheiro e até agora não prestou depoimento, a ocorrência foi registrada na delegacia daquele município como veiculo não identificado, a família aguarda o desenrola das investigações para obter uma possível resposta das autoridades, mas o que ficou mesmo foi à dor de perder um ente querido.

Seja o que Deus quiser! Pinheiro não receberá tropas federais no dia da eleição


Apesar da cidade de pinheiro já ter sido noticia nacional, onde aliados do Prefeito Zé Arlindo declaradamente cometeram crimes eleitorais, onde hoje pinheiro enfrenta uma das eleições mais violentas e várias listas de nomes de pessoas com números de títulos e seção e zona eleitoral caracterizando compra de votos já estarem em mãos das autoridades, pinheiro não receberá o apoio das tropas federais.

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na sessão administrativa desta terça-feira (25), o envio de tropas federais para 26 municípios do Maranhão. A decisão unânime visa garantir a normalidade da votação no dia das eleições, em 7 de outubro.

Foi autorizado o envio de tropas para os municípios de Benedito Leite, Bom Lugar, Santa Luzia do Tide, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Maracaçumé, Presidente Sarney, Barra do Corda, Fernando Falcão, Carolina, Chapadinha, Mata Roma, Godofredo Viana, Codó, Santa Inês, Bela Vista, Monção, Igarapé do Meio, São Vicente Férrer, Cajapió, Cajari, Grajaú, Formosa da Serra Negra e Itaipava do Grajaú.

Relator dos pedidos, o ministro Arnaldo Versiani informou que o Tribunal Regional Eleitoral do Estado fez um amplo  estudo para apontar as localidades que realmente demandam o envio de força federal. Ele acrescentou que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, foi consultada e se manifestou pelo envio das tropas porque as regiões apresentam instabilidade de ordem pública.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Prefeito de Cajapió foi cassado pelo TJMA


O prefeito de Cajapió, Francisco Xavier Silva Neto, não poderá permanecer no cargo e ficará inabilitado a exercer qualquer outra função pública pelo prazo de cinco anos, conforme decisão da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). A sentença transitou em julgado, não cabendo mais recurso para reverter a decisão.

O motivo da cassação foi o fato de o gestor não ter apresentado – no prazo estabelecido em lei – a prestação de contas do exercício financeiro de 2008 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Em agosto, o órgão colegiado do TJMA fixou pena mínima de três meses de detenção – inicialmente em regime aberto – mas a substituiu pelo pagamento de multa no valor de 10 salários mínimos, conforme prevê a legislação.

Na época, os desembargadores Bernardo Rodrigues (relator), José Luiz Almeida (revisor) e Raimundo Nonato de Souza concederam ao prefeito o direito de permanecer no cargo até a decisão final da ação penal.

Na terça-feira (25) o desembargador Bernardo Rodrigues assinou ofício, comunicando ao juiz Arthur Gustavo Azevedo do Nascimento, da comarca de São Vicente Férrer – da qual Cajapió é termo judiciário – que a decisão transitou em julgado.

A conduta atribuída ao prefeito, devidamente comprovada – segundo os desembargadores – está prevista no artigo 1º, inciso VI do Decreto-Lei nº. 201/67, que trata de crimes de responsabilidade dos prefeitos.

A decisão também determina a comunicação da sentença ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA).

É muita cara dura! Deputado othelino denuncia Edson Chagas e faz vista grossa pra Zé Arlindo


Alguns políticos no intuito de alcançar seus objetivos beiram o ridículo e infelizmente na maioria das vezes usam dois pesos e duas medidas. Ou seja, se é aliado pode, deve e faz-se vista grossa, mas se é adversário, não pode, não deve e as críticas duras sempre chegam.

No entanto, a máscara de alguns desses políticos vão caindo e a população começa a conseguir identificar quem é quem.

Um grande de exemplo do que retrata o Blog foi a postura adotada pelo deputado estadual Othelino Neto (PPS). O parlamentar, acertadamente, foi a Tribuna denunciar um possível crime eleitoral que estaria sendo praticado no município de Presidente Sarney. Confesso que quando vi trecho do discurso do deputado, imaginei que ele estaria se referindo ao caso de Pinheiro e ao prefeito Zé Arlindo, devido as coincidências.

“Um prefeito que tem uma péssima administração, é arrogante, desrespeita a justiça, desrespeita as Leis e quer agora mostrar que ganha no voto ou na bala, ou enfim, na pancadaria, ele mostra que não tem limites e que passa por cima de todas as instituições para tentar obter a vitória”, afirmou Othelino.

No entanto, foi um ledo engano meu, Othelino fez de conta que nunca viu, ouviu ou sequer teve notícia do escândalo em Pinheiro, talvez o maior das eleições 2012, e estava se referindo ao município de Presidente Sarney e continuou sua denúncia.

“O que me chamou atenção foi uma denúncia que um cidadão me fez lá, dizendo que o prefeito da cidade candidata a reeleição, Edson Chagas, resolveu empregar as pessoas, mas além dele ter empregado pessoas dentro do período eleitoral, que é proibido por Lei, ele determina que as pessoas dividam um salário mínimo por 4, ou seja, cada um ganha cento e cinquenta e poucos reais; e se a pessoas não dividirem, há ameaça de que ela vá sair da folha. Então, se faz aí dois crimes num só, primeiro crime eleitoral e depois o outro que é fazer com que uma pessoas divida o seu salário com outras três pessoas, é nesse nível que estão as eleições no município de Presidente Sarney”, declarou.

O curioso, é que pela fala do próprio deputado, foi uma denúncia ao que parece sem provas e isso lhe “chamou atenção”, mas em Pinheiro, município vizinho de Presidente Sarney, o vídeo que mostra a candidata a vice-prefeita da coligação defendida por Othelino cometendo crime eleitoral, simplesmente passou despercebido pelo “atento” deputado.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Filuca reúne 20 mil na 2ª caminhada e quer dobrar na última dia 4 no encerramento


Aconteceu na tarde do dia 22, o que já está sendo conhecido como a maior mobilização popular em prol de uma candidatura já visto em toda a baixada maranhense. O ex-prefeito Filuca Mendes, deu mais uma vez a demonstração de sua força política na cidade de Pinheiro, a Mega caminhada teve sua concentração na Praça da COHAB e segui até a praça de santo Inácio no bairro da matriz, mais de vinte mil pessoas saíram às ruas para caminhar com o candidato do PMDB Filuca o 15.
A população de pinheiro demonstrou que quer Filuca Mendes de volta ao comando do município, hoje a cidade de pinheiro passa por uma das piores administrações que a população já presenciou, pinheirenses já comparam com a administração de Zé Arlindo com a do ex- prefeito Zé Genésio, hoje um dos principais assessores da campanha de Zé Arlindo. Filuca agradeceu o carinho e o apoio que a cidade pinheiro tem lhe dado e mais uma vez firmou o compromisso de não decepcionar os pinheireses e a partir de janeiro a dignidade o respeito e o trabalho vai estar de volta. Disse.



Juíza determina que funcionários perseguidos e demitidos pelo prefeito de Pinheiro sejam readmitidos


No ultimo dia 20, a Dr. LÁVINIA HELENA MACEDO COELHO, juíza da 37ª Zona, determinou que os funcionários do município de pinheiro que por pura perseguição política por parte do Prefeito José Arlindo, seja de imediato colocado de volta aos seus devidos postos de trabalho. Os funcionários, LUMA CORREA DE OLIVEIRA, PAULO RIBEIRO DE OLIVEIRA E NELMA MARIA PEREIRA LAGO, que tiveram suas demissões feitas no período de 17 a 18 de setembro, o que diante a lei é considerado um crime onde a lei eleitoral torna proibida, nos três meses que antecedem a eleição até a posse dos eleitos. O não cumprimento da decisão pelo prefeito Zé Arlindo pode lhe ocasionar multa e a perda do mandato.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

São Vicente Férrer: Bloqueio de recursos municipais vai garantir pagamento de salários dos servidores


A pedido do Ministério Público do Maranhão, o juiz da comarca de São Vicente Férrer determinou nesta quarta-feira, 19, o bloqueio de repasses de recursos ao município para garantir opagamento de salários atrasados dos servidores municipais, que, em alguns casos, estão há até 21 meses sem receber os seus vencimentos. Há uma outra parte da categoria cujos salários estão atrasados há sete e a nove meses.

Na decisão, o juiz Artur Azevedo do Nascimento mandou bloquear 60% das cotas do FPM (Fundo de Participaçãodos Municípios), do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e do SUS (Sistema Único de Saúde), até que seja efetuado o pagamentos dos salários atrasados de todos os servidores do município.

Autor do pedido, o promotor de Justiça Tharles Cunha Rodrigues Alves já tinha, em diversos procedimentos administrativos e medidas judiciais anteriores, buscado o pagamento dos salários atrasados dos servidores, por meio de uma Recomendação ao prefeito João Batista Freitas, além de uma ação para afastá-lo do cargo.

Nesta decisão, que resultou no bloqueio dos recursos de São Vicente Férrrer, a promotoria ajuizou uma Ação de Execução de Termo de Ajustamento de Conduta, firmado com o município em maio de 2012, e que foi descumprido. Segundo o juiz, a omissão por parte da Administração Municipal no cumprimento doTAC “gera gravíssimo dano aos servidores municipais,  que estes necessitam dos pagamentos de seus saláriospara prover o sustento de suas famílias”.

TIROS, FACADAS E GARAFADAS EM ENCONTRO DE CANDIDATOS EM CENTRAL DO MARANHÃO


No dia 22 de setembro de 2012, às 19:00 horas no povoado Monte Cristo, a coligação a “força que vem do povo”, com o candidato a prefeito Epitácio Azevedo, apoiado pelo prefeito Irã Monteiro, realizava o comício político naquele povoado. A carreata do grupo Epitácio era tão grande que o iniciava na agrovila e os últimos carros lotados de pessoas terminavam na fazenda raposa.
O grupo político “UNIDOS COM O POVO PRA CENTRAL CRESCER DE NOVO” de Benedito Barros, (PMDB) vinha anunciando dias atrás reunião política, no bairro de Estiva dos Oliveiras para realização no dia 22 de setembro.
Ao chegar em frente a loja Acredinorte, o grupo de Epitacio apoiado pelo prefeito Irã Monteiro foi fechado pelas seguintes pessoas: vereador e candidato, Nenego; representante da coligação, Sr. Lailton; Osanilson, mais conhecido como Nilson de Lazildo; Ivan; Panticó; Joel; Zeca; Damião; vereador Ribinha; comerciante Loli; e o candidato a vereador Antonio Folhudo, que quebrou a maquina de um cinegrafista do grupo apoiado pelo prefeito. Com  as mãos dadas formando uma corrente não deixaram o primeiro carro passar pela avenida, fecharam as duas vias, sem deixar sequer uma pessoa passar. Com pedras e paus, e ate revolveres, colocaram o grupo apoiado pelo prefeito, para correr, ai que começou um quebra quebra de carros, quem saiu no prejuízo foi o grupo de Epitacio que teve o carro de som com o parabrisa quebrado, e varias pessoas no hospital com cabeças quebrada. Incentivado pelos lideres, eles agiram revoltados ateando pedras e murros no grupo 20, do próximo prefeito Epitacio.
Segundo uma moradora que não quis se identificar, escutara o vereador Ribinha, do grupo de Benedito Barros, dizer a seguinte frase, “irei mandar fechar avenida pra vocês não passarem.
Este movimento de rebeldia deixou a população indignada, com isso o candidato e ex prefeito Benedito Barros só cai em descrédito a cada dia com o seu grupo. O movimento de revolta talvez tenha sido causado porque Epitacio Azevedo apoiado por Irã Monteiro, vem liderando a pesquisa em Central do Maranhão.
Os advogados já estão tomando as devidas providencias para punir esses agressores. 

GERALDO E GASTÃO LEVAM MULTIDÃO EM CARREATA E COMICIO EM PERI MIRIM


Uma multidão acompanhou o candidato Geraldo Amorim, o vice Jorge Pereira, vereadores e candidatos com o Ministro Gatão Vieira em uma carreata que ficará marcada na história política do município de Peri Mirim. Carros e motos encheram quase os 9 Km que ligam a cidade á MA. A carreata é histórica  disse o vereador Chico Grande e a quantidade de gente que lotou a praça São Sebastião só se via no dia 21 de janeiro na festa do Pó quando Geraldo trazia grandes bandas do Brasil.
A empolgação dos presentes era tanta com a presença do Ministro que foi difícil falar. Gastão confirmou que quem estava em Peri Mirim não era o Ministro, mas, o amigo de Geraldo e da população do município de Peri Mirim, que o conhece e sabe que não estou aqui para prometer, mas, todos sabem o quanto já ajudei e como Ministro, vau procurar ajudar ainda muito mais. “Sou Ministro porque sou um bom Deputado Federal e sou deputado porque fui muito bem votado em Peri Mirim e devo isso a muitos de vocês e é por isso que estou aqui hoje”. Disse Gastão. Geraldo em seu discurso disse que o que estava em jogo é a continuidade do trabalho iniciado por ele apoiado por gastão e que precisa ter continuidade pelo bem da população do município. Se dizem que fui o melhor prefeito da história do município, quero continuar esse trabalho para melhorar a vida dos meus irmãos. Disse emocionado Geraldo Amorim levando milhares de pessoas que lotavam a praça São Sebastião à loucura. 



João Martins assume Superintendência da Codevasf implantada no Maranhão


A Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) inaugura sua 8ª Superintendência Regional em São Luís (MA) no dia 24 de setembro, às 11h, com a presença do ministro da integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, da governadora do estado do Maranhão, Roseana Sarney, do presidente da Codevasf, Elmo Vaz e diretores da Empresa. Na ocasião, também haverá a posse do superintendente João Batista Martins. O evento será realizado na sede provisória que fica à Avenida dos Holandeses, Quadra 10, número 04-A, no bairro Calhau.
            O edifício definitivo, fica no centro histórico, foi cedido pelo Ibama e passa por obras de adequação à instalação da equipe que assume a Superintendência. A criação dessa nova superintendência vai impulsionar as ações nos 149 municípios do Maranhão que fazem parte das bacias Itapecuru, Mearim e parte maranhense do rio da Bacia do Parnaíba. "A Codevasf representa um novo instrumento institucional para a promoção do desenvolvimento territorial na história do Maranhão. Acredito que a empresa vai funcionar como um catalizador de oportunidades, através da implantação da infraestrutura necessária para alavancar a produção rural e potencializar o alcance de resultados significativos no combate a pobreza extrema em nosso Estado.", disse João Martins.
            O limite do quadro de pessoal da Codevasf foi alterado para 1.709, o que resultou em um aumento de 30 vagas destinadas à implantação da 8ª Superintendência. Para a fase de implantação, a equipe deverá ser composta inicialmente por até 23 profissionais de forma a atender aos seguintes requisitos: Superintendência, Gabinete e Assessorias; Gerência Técnica e Gerência de Administração e Planejamento.
            Segundo a gerente executiva da Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico da Codevasf, Lucivane Lima de Freitas, neste primeiro momento, a equipe responsável pelo trabalho na Superintendência deverá ser composta por profissionais experientes, com capacidade de atuação multifuncional e que atendam a requisitos e perfis estabelecidos pela Empresa.
           
            Ações no Maranhão - Na área de esgotamento sanitário, são R$ 99,3 milhões – recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) -, que a Codevasf está aplicando para beneficiar 75.366 maranhenses que habitam zonas urbanas de municípios com população de até 50 mil habitantes, uma ação que promove a melhoria das condições sanitárias locais, a conservação dos recursos naturais e a eliminação de focos de poluição, entre outros benefícios. Nesse primeiro momento, as ações referem-se à Bacia do Parnaíba.
            No âmbito do programa Água para Todos, o investimento previsto até o final desse ano é de R$ 21 milhões para instalação de 4.302 cisternas de polietileno, que têm capacidade para armazenar até 16 mil litros de água, atendendo a 21.510 pessoas e propiciando às populações melhores condições para enfrentar os longos períodos de estiagem armazenando a água da chuva captada dos telhados das casas. Até o momento já foram instaladas 749 cisternas nos municípios de Matões do Norte, Catanhede, Codó e São Mateus.
            Entre as ações iniciadas neste ano de 2012 e que estarão sendo tocadas pelos próximos anos, está a implantação de 104 sistemas de abastecimento de água, um investimento de R$ 106,6 milhões da Codevasf para beneficiar 45,8 mil maranhenses dos municípios de Pedro do Rosário, Presidente Dutra, Lagoa do Mato, Santa Filomena do Maranhão, São Luiz Gonzaga do Maranhão, Sítio Novo, Itinga do Maranhão, São Domingos do Maranhão, Santa Luzia, Monção, Brejo de Areia e Paraibano.
            Além desses, o governo estadual do Maranhão, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, está negociando com a Codevasf a inclusão de outros 21 municípios nas ações de abastecimento, o que estenderia as ações a mais 31,6 mil maranhenses.
            Além disso, a Codevasf tem recursos já empenhados de cerca de R$ 26 milhões para obras de infraestrutura - como pavimentação asfáltica, estradas vicinais, barragens e açudes, entre outras -, provenientes de emendas parlamentares de 2011 e 2012, que deverão beneficiar aproximadamente 183 mil habitantes de 19 municípios. 
           
           
            Perfil do Superintendente - João Batista Martins é maranhense, nascido em Bequimão, é graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA, pós-graduado com especializações em Planejamento e Desenvolvimento Municipal Sustentável pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA; em Saúde Pública pela Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP e Formação Complementar em Inteligência Competitiva e Empreendedorismo pela Associação Brasileira dos Analistas de Inteligência Competitiva – ABRAIC. Foi analista técnico do SEBRAE no Maranhão, onde ocupou os cargos de: Gestor do Projeto de Tecnologias Sociais (2012); Membro Titular do Núcleo Estadual de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais do Maranhão (2011-2012); Superintendente Interino do SEBRAE/MA (2010); Participou da elaboração e execução do Programa Promoção e Desenvolvimento de Arranjos Produtivos Locais do Estado do Maranhão como Coordenador Técnico (2008-2009); Gerente de Monitoramento de Projetos (2007-2009); Gestor do Projeto de Consolidação da Gestão Estratégica Orientada para Resultados – GEOR (2009); Gestor do Projeto de Hortifruticultura na Ilha de São Luís (2005-2007); Exerceu também os cargos de Diretor do Departamento de Pecuária da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado do Maranhão – SEAGRO (2002-2004) e Coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural dos assentamentos rurais do Ministério da Aeronáutica no Centro de Lançamento de Alcântara (2002).

Roseana autoriza construção de mais cinco grandes hospitais no Maranhão incluindo o de Pinheiro


Cinco novos hospitais, sendo quatro macrorregionais em Pinheiro, Santa Inês, Caxias e Imperatriz e um geral, em Chapadinha, serão construídos pelo Governo do Estado, por meio do Programa Saúde é Vida. O lançamento dos editais de licitação para a realização das obras foi feito pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, nesta sexta-feira (21), no Centro de Convenções, em São Luís.

De acordo com a governadora Roseana Sarney, o programa tem criado uma rede de saúde descentralizada, facilitando o acesso e o atendimento aos cidadãos. “O Saúde é Vida apresenta resultados positivos em todos os municípios que receberam obras, e até 2014 vamos ter hospitais espalhados por todo estado, com qualidade na estrutura e humanização do atendimento. O Maranhão vai ser o estado com maior qualidade de saúde no Brasil”, afirmou confiante a governadora.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, comentou que a construção dos cinco novos hospitais marca o momento histórico em que vive o estado, detentor do maior programa do país, direcionado a melhorar a saúde. “O Programa Saúde é Vida tem transformado o atendimento em todo o estado, que passou a contar com oito macrorregionais de saúde. A construção dos hospitais nos municípios de Pinheiro, Santa Inês, Caxias e Imperatriz e um geral, em Chapadinha, descentralizarão o atendimento e vai garantir a criação de 450 novos leitos”, garantiu.


Os hospitais de Pinheiro, Santa Inês, Caxias e Imperatriz deverão ser executados em 18 meses e terão uma área construída de 5.526 metros quadrados cada um. As casas de saúde terão, individualmente, capacidade de 100 leitos de internação clínica e 10 de UTI.

As unidades de saúde terão, cada uma, centros cirúrgicos com quatro salas e os hospitais disporão ainda de centros de imagem para exames de tomografia, Raio-X, ultrassom, mamografia e endoscopia. Os quatro hospitais colocarão à disposição dos pacientes o Serviço de Pronto Atendimento 24 horas (SPA), bem como laboratórios de análises clínicas.

O Hospital Macrorregional de Pinheiro está orçado em R$ 17.788.453,60. Já o de Imperatriz custará R$ 17.958.500,00; o de Santa Inês sairá pelo preço de R$ 17.823.500,00; e o de Caxias custará 17.962.800,00.


Participaram da solenidade, os secretários de Estado de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy; de Meio Ambiente, Victor Mendes; de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco; de Comunicação Social, Sérgio Macedo; de Assuntos Políticos, Hildo Rocha; o subsecretário de Saúde, José Márcio Leite; o deputado Federal Sarney Filho; os deputados Estaduais José Carlos, Priscila Sá e Valéria Macedo, além do prefeito de Santa Inês, Robert Bringel.

Acabou o discurso da oposição em Pinheiro”, afirma Victor Mendes


O deputado estadual e secretário de Meio Ambiente do Maranhão, Victor Mendes, foi um dos políticos presentes no evento que marcou o lançamento do edital de licitação de mais cincos hospitais no Estado pelo secretário de Saúde, Ricardo Murad e pela governadora Roseana Sarney.

O parlamentar demonstrou muita satisfação com a confirmação que o Governo do Maranhão irá construir, em até 18 meses, um hospital macrorregional em Pinheiro.

“Para nós que somos da Baixada Maranhense, é um sonho que está se transformando em realidade. O hospital de alta complexidade em Pinheiro acabará com o sofrimento de nas horas mais difíceis ainda termos que pegar um ferry boat ou uma longa estrada para chegarmos a São Luís”, afirmou.

Victor Mendes ainda finalizou fazendo questão de salientar que a construção do hospital de alta complexidade acaba com o discurso da oposição na cidade de Pinheiro.

“O mais importante é que agora está sendo feito e de maneira responsável, pois não adianta fazer hospital e não conseguir manter. Foi feito todo um planejamento para que isso acontecesse, já que anteriormente afirmaram que haviam deixado dinheiro para a construção do hospital, mas sem planejamento, critérios e condições para a manutenção de um hospital deste porte. A decisão tomada acaba definitivamente com o discurso da oposição em Pinheiro”, finalizou.

O hospital de alta complexidade em Pinheiro terá uma área construída de 5.526 metros e com capacidade de 100 leitos de internação clínica e 10 de UTI. O valor da obra está orçado em R$ 17.788.453,60.

O secretário Ricardo Murad ainda confirmou que o hospital macrorregional de Pinheiro contará com centro cirúrgico, centro de imagem para exames de tomografia, Raio-X, ultrassom, mamografia e endoscopia. Além disso, estará à disposição dos pacientes o Serviço de Pronto Atendimento 24 horas (SPA), bem como laboratórios de análises clínicas.