sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Dever Cumprido: Richard Nixon paga salário e décimo de funcionários em Bacuri

À meia noite de domingo (31), o prefeito de Bacuri – Richard Nixon Santos estará deixando um cargo, mas, certamente, com a sensação de dever cumprido. Apesar das inúmeras intemperes, no dia 12 do mês em curso, ou seja, menos de 10 dias após assumir o cargo, o prefeito conseguiu efetuar o pagamento da folha do mês de novembro e, ontem(29), quando não mais acreditavam que seria possível, o funcionalismo recebeu, na sua integralidade, o 13º salário.

Richard Nixon assumiu o comando do município em cumprimento a decisão do juiz da Comarca –Thadeu de Melo Alves que, no último dia 02, afastou o prefeito José Baldoíno Nery por atos de improbidade administrativa.

“A verdade é muito clara. Mesmo que não seja externado, as pessoas costumam imaginar que, enquanto gestores, o nosso propósito é desviar recursos, principalmente quando assumimos o comando do Executivo no “apagar das luzes”, assim podemos dizer. Só que isso não é verdade. Existem pessoas e pessoas. Não podemos generalizar as coisas. Vocês não tem noção da alegria que sinto em garantir o direito dos nossos servidores, pagando-lhes não só o salário do mês, mas, também, o 13º salário”, disse o prefeito.

Quanto ao mês de dezembro, Richard Nixon explicou que o pagamento não foi efetuado por conta do bloqueio judicial nas contas do município, contudo o prefeito assegurou para janeiro, através de petição apresentada pela Procuradoria do Município, requerendo ao magistrado que seja determinado a efetuação do pagamento.

Outras ações do gestor, além do pagamento dos servidores, merecem destaque, tais como, a formação de supervisores e diretores, nos dias 27 e 28/12, bem como a formatura de 67 Doutores do ABC(educação infantil), tanto na sede quanto no povoado Madragoa. “Deixo o cargo com a sensação de dever cumprido. Realizei o que foi possível”, finalizou.

É oportuno ressaltar que, o prefeito afastado - José Baldoíno - teve seu pedido de candidatura indeferido pela justiça eleitoral, por ter sido condenado a perda do cargo. Juntamente com outras dezenas de pessoas, ele é acusado de fraudar uma licitação para contratação de transporte escolar, ocasionando a morte de 14 adolescentes em 2014. O engraçado é que mesmo após decisão judicial, Baldoíno se manteve no cargo, também por força de decisões proferidas pela Justiça maranhense.

Salário mínimo aumentará para R$ 937,00 em 2017

Michel Temer assinou um decreto estabelecendo o salário mínimo de 937 reais em 2017 – o valor atual é de 880 reais. O documento já está pronto, mas não há confirmação se a medida será publicada na edição regular do Diário Oficial da União na manhã de sexta-feira, em uma edição extra no mesmo dia ou em outra data. As informações são da Casa Civil.
De acordo com o Ministério do Planejamento, a redução na inflação ao longo do ano fez com que o Ministério da Fazenda revisasse as projeções para a alta dos preços pelo INPC. Enquanto a estimativa feita no momento do envio do Orçamento ao Congresso, em outubro, era de 7,5%, agora a pasta trabalha com 6,74%. A variação acumulada no ano até novembro é de 6,43%, segundo o IBGE. “Em virtude da inflação menor em 2016, o reajuste será menor do que o previsto na LOA. Trata-se, portanto, de aplicação estrita da legislação.”, diz a nota do Ministério do Planejamento.

Filuca: Saindo pela porta da frente...

O prefeito Filuca Mendes está prestes a encerrar sua terceira gestão à frente do município de Pinheiro, deixando como saldo um legado que ficará vivo na história da cidade - um conjunto de obras estruturantes que transformaram a feição urbana, econômica e social do município. 
Nesse conjunto, destacam-se, dentre tantas conquistas, as articulações políticas e parcerias institucionais que foram decisivas para a instalação do IFMA, a instalação da UFMA (com vários cursos presenciais, dentre os  quais Medicina, Enfermagem e outros), o Hospital Macrorregional; a estrada Pinheiro-Pedro do Rosário, por exemplo. 
Destacam-se, ainda, a interligação de todos os povoados (mais de 120 povoados) com estradas vicinais; a instalação de iluminação elétrica na zona rural e de 21 campos de futebol com iluminação e estrutura para prática de esportes; a criação de 12 escolas-polos; a construção do Centro Ambulatorial de Pinheiro - o CAP e do Centro de Formação de Professores; a remodelagem do padrão pedagógico e tecnológico de Pinheiro com a construção de mais de 600 salas de aulas, climatização e informatização das escolas e instalação de uma unidade modelo, a Escola Presidente Medici; a construção e instalação do Centro Cultural José Sarney e do Laboratório Central; reformas e ampliações nos hospitais Materno Infantil e Antenor Abreu; criação e estruturação da Guarda Municipal; instalação de 16 postos de saúde (na sede e zona rural); a instalação do Centro de Monitoramento; construção das praças da Cohab, do povoado de Pacas e da Promessa é da vala do Gabião; instalação do Restaurante Popular, que por mês, desde sua criação, serve cerca de 500 refeições dia, em média; a instalação do Parque Ambiental Maneco Paiva, às margens do Rio Pericumã dotado de 18 equipamentos de convivência como praças,  pistas de corrida, quadras esportivas e ciclovias, dentre outros; a nova Rodoviária de Pinheiro e, recentemente, no dia 28 de dezembro, o Shopping Popular, complexo com 120 lojas para organização do comércio informal e de atividades de microempreendedores. 
Sob a gestão do prefeito Filuca, o Carnaval de Pinheiro projetou-se para o Maranhão, transformando-se numa festa reconhecida pela animação e segurança. Outro destaque das três gestões foi o compromisso com o funcionalismo e empresariado, honrando a determinação de não atrasar salários e obrigações.  
Destaca-se, também, a articulação junto ao governo federal da construção (ainda em execução) de 1500 unidades habitacionais do prgrama Minha Casa Minha Vida e a elevação do IDEB de Pinheiro para 5, uma meta prevista para ser alcançada em 2020, ressaltando-se que nem o estado do Maranhão e a capital obtiveram melhorias significativas nesse indicador.
Por duas vezes, o prefeito Filuca recebeu o reconhecimento da UNICEF pelo trabalho empreendido: na primeira gestão, como Prefeito Amigo da Criança e nesta última, recebedor o Selo UNICEF pelo cumprimento das metas relativas à Assistência Social. 
As incontáveis obras e ações de Filuca para Pinheiro transforam a vida da cidade, que claro, possui problemas e deficiências, mas cresceu, obtendo crescimento acima da média regional. Da primeira gestão à esta última, a economia do município saltou da 16a para a 11a. Fruto de trabalho sério e dedicado de Filuca. Pinheiro, a Princesa da Baixada é  uma cidade de passado, de presente e de futuro, importante para Baixada, fundamental para o Maranhão.
Mesmo com todas as dificuldades financeiras, escassez de recursos, perseguição e retaliação  política, por parte do Governador, Filuca deixa a Prefeitura por vontade popular pela porta da frente, ciente de suas contribuições para a cidade, dcabeça erguida e dignidade. 
Como último ato administrativo realizou o processo de transação com civilidade e harmonia, quitando todos oa compromissos de sua gestão e, ontem, honrando o último deles: o pagamento do abono aos professores efetivos totaluzando R$1.139,945,34 e para os contratados e R$ 308.417,40, injetando, assim, na economia do município o montante de R$ 1.448.362,74. 
Com esse histórico de  lutas, vitórias e conquistas, Filuca sai da Prefeitura de Pinheiro com a sensação de dever cumprido.
"Deixo o município muito diferente do que recebi, em condições de ser administrado sem os percalços que enfrentei fruto de irresponsabilidade e má gestão. Tenho consciência das contribuições que deixo para a minha cidade e das transformações que ajudei a empreender. Colocando-me na oposição ao gestor que entra, a quem desejo todo sucesso, vou continuar lutando por Pinheiro junto com o deputado Victor Mendes, fiscalizando as ações nos espaços convenientes, certo de que nossa cidade merece o melhor é quer o bem", disse Filuca.

Pinheiro: dinheiro na conta! Filuca Mendes garante suplementação de até R$ 1.383 para professores do município.

Dinheiro na conta! O prefeito Filuca Mendes, cumpriu todos os encargos financeiros de sua gestão realizando nesta sexta-feira, 30, o pagamento dos proventos do mês de dezembro a segunda parcela do 13º salario dos contratados além de ter depositado uma suplementação salarial para os professores do município.
A suplementação salarial variou de 604 a 1.383 R$ sendo depositada para professores efetivos e contratados. Uma injeção financeira na economia que aquecerá as vendas do final de ano movimentando o comercio local.
O prefeito Filuca, encerra o mandato na contramão dos seus antecessores que deixaram de pagar fornecedores deixaram obras inacabadas além de terem deixado o funcionalismo publico com até 8 meses sem salário.

Prefeito Zé Martins antecipou salários de dezembro para esta sexta feira (30)

A Prefeitura Municipal de Bequimão antecipou o pagamento dos salários referentes ao mês de dezembro dos servidores efetivos e contratados. O prefeito Zé Martins anunciou que os funcionários já podem receber seus vencimentos nesta sexta-feira (30).
A antecipação do pagamento deve movimentar a economia do município durante as festividades do final de ano. Mesmo com a crise e cortes nos repasses aos municípios, o prefeito Zé Martins tem garantido que os vencimentos dos servidores municipais de Bequimão sejam creditados em dia; e, neste mês, até adiantado.

Juiza nega pedido tentativa de Golpe de Luciano por recurso da repatriação

Os constantes pedidos de bloqueio de fundos e afastamento de prefeitos derrotados no Maranhão tem sido uma forma dos próximos gestores não encontrarem as "burras" das prefeituras mais saqueadas do que já estão. Para evitar que isso não aconteça em Pinheiro, nesta quarta-feira (28), o prefeito diplomado ajuizou um pedido de liminar solicitando o bloqueio dos recursos da Saúde e da multa da repatriação, alegando caos administrativo e falta de transição no município de Pinheiro.
Luciano Genésio entende que a Justiça e o Ministério Público precisam estar atentos a situações onde o gestor atual, que foi derrotado nas eleições, praticamente abandonou o município e possa desaparecer com o dinheiro que vai ser repassado neste final de semana, a apenas três dias do fim do mandato. 
A juíza de base, Lavinia Helena Coelho, foto, negou o pedido de liminar solicitado pelo futuro prefeito de Pinheiro, que já recorreu da decisão ao Tribunal de Justiça. A população de Pinheiro espera que o TJ decida pelo futuro da cidade, bloqueando os recursos solicitados. 

Bofîte é executado na sua Serralharia por 2 homens. Para a policia acerto de contas

João dos Santos Barros Silva foi executado a tiros por volta das 16:00h em seu local de trabalho no Bairro do Fomento em Pinheiro. “Bofiti” como era conhecido foi atingido por no mínimo seis disparos de arma de fogo.
Populares contam que dois homens chegaram em uma motocicleta adentraram a serralheria da vitima que fica em frente a Praça de São José, e  efetuaram os disparos a queima roupa.
Logo depois da execução os criminosos tomaram rumo ignorado. A Policia Militar fez buscas na região, mas não obteve informações da dupla.
“Bofiti” que era serralheiro foi preso pela Policia Militar por suspeita de tráfico de drogas no mês de Junho deste ano. Na época da prisão de “Bofiti” a Policia encontrou 500g de maconha prensada, R$ 7.180,35 e uma balança de precisão caracterizando a prática de Trafico de drogas. Além de rádios transmissores.



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Bomba! Separação de Márcio Jerry faz governo Flávio Dino ser ameaçado

O caso ocorreu no começo do ano e ficou guardado nos porões do Palácio dos Leões, até o Blog do Luis Pablo descobrir.
O “poderoso” secretário de Articulação Política e de Comunicação, Márcio Jerry, se separou da professora Joslene da Silva Rodrigues, que foi nomeada como secretária de Estado Chefe de Gabinete do Governador.
Como toda separação, o fim do relacionamento foi conturbado. E para piorar, Jerry foi comunicar a situação para Flávio Dino e pediu a cabeça da ex.

Aí meu amigo, a confusão foi grande e houve até ameaça. Lene, como é mais conhecida, chegou a dizer para Márcio Jerry que ia “abrir a boca”, colocando o governo Dino sob ameaça.
Para evitar um grande escândalo, Flávio apenas mudou a ex de Jerry de local e de cargo, mas mantendo o status de secretária.
Lene Rodrigues desceu de sala no Palácio dos Leões. Ela ficava do lado do gabinete do governador. Deixou de ser secretária de Estado Chefe de Gabinete do Governador e foi nomeada como Secretário-Chefe da Assessoria Especial do Governador.

A exoneração e nomeação da ex de Márcio Jerry foram publicadas no Diário Oficial do dia 3 de fevereiro deste (veja abaixo).


Cara de pau: Genésio quer bloquear recurso da repatriação de Pinheiro

A recente onda de bloqueio de fundos e afastamento de prefeitos, que atinge o Maranhão, tenta chegar a Pinheiro. Nesta quarta-feira (28), o prefeito diplomado da cidade de Pinheiro, ajuizou um pedido de liminar solicitando o bloqueio dos recursos da Saúde e da multa da repatriação, alegando caos administrativo e falta de transição no município de Pinheiro.
Este mesmo Blog já noticiou que a transição de Pinheiro, estava sendo feito dentro dos princípios legais e tudo ocorria dentro da normalidade (reveja). Este mesmo Blog também entende que a Justiça e o Ministério Público precisam estar atentos a situações onde os gestores, que foram derrotados nas eleições, abandonaram os municípios e querem desaparecer com o dinheiro (reveja), o que não é o caso de Filuca Mendes em Pinheiro.
No que diz respeito a gestão de Filuca, todos os salários estão sendo pagos em dia e a folha da Saúde que estava com um mês em aberto, foi regularizada. Não há caos político, pelo contrário, o prefeito de Pinheiro acabou de inaugurar uma grande obra no centro da cidade, o Shopping Popular, com participação de centenas de pessoas.
Tudo corre normal, a prova disso, é que a juíza de base, Lavinia Helena Coelho, negou a o pedido de liminar solicitado pelo futuro prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, ao negar a tutela pretendida, a própria juíza, que conhece o dia – a- dia da cidade, afasta o suposto clima de caos que o futuro prefeito tenta instalar.
O pagamento dos recursos de repatriação, ajudarão os prefeitos, aquele que tem compromisso com a população, à quitarem os pagamentos dos salários dos servidores. Além disso, o repasse é um reparo que o Governo Federal está fazendo com os gestores municipais, que foram massacrados durante os últimos anos.
Cabe a responsabilidade de cada julgador, em analisar a realidade de cada um dos municípios, não se pode generalizar e sair bloqueando aleatoriamente recursos e fazendo interferência direta no poder Executivo, lesando assim à ordem Pública.
O problema é que o futuro prefeito já está tocando foguetes na cidade, dizendo que a juíza da comarca negou, mas que o mesmo conseguira no TJ de qualquer jeito.
É aguardar e conferir, apesar de não querer acreditar que o Tribunal de Justiça compactue com qualquer armação prévia nesse sentido.
Do Jorge Aragão.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Inauguração do Shopping do Povão - Enos Castro Leite

Hoje (23) de dezembro, o prefeito Filuca Mendes entregou mais uma grande obra no centro da cidade. Trata-se de um complexo comercial com mais de 120 lojas para tirar da informalidade microempreendedores, dando mais dignidade e segurança, prometendo assim aquecer o comércio de Pinheiro, vale lembrar que esta grande obra foi arquitetada e concluída toda com recurso próprio, não é fruto de nenhum convênio. 
Fico feliz de a Câmara aprovar o nome do Shopping do Povão de “Enos de Castro Leite”; eu era criança e Seu Enos já era um símbolo do comércio; foram mais de 60 anos trabalhando no comércio de Pinheiro, nada mais justo que este empreendimento receba seu nome, afirma o Prefeito Filuca Mendes. "Estou saindo com a sensação do dever cumprido, deixando a casa em ordem, as finanças em dias muito diferente da forma que eu recebi”, acrescentou.

A filha de Enos de Castro Leite esteve presente e ficou muito emocionada pelo reconhecimento por parte do prefeito Filuca Mendes. “Me sinto honrada, Prefeito, meu eterno Prefeito, por você dar o nome do meu pai a este shopping; essa homenagem me deixou muito feliz e honrada, disse Ismália Leite.
Deputado Victor Mendes falou dos projetos e de sua atuação na região da Baixada e, em especial, para cidade de Pinheiro. Ao ser indagado a respeito do resultado das eleições 2016, o deputado afirma que 'a política tem disto, às vezes ganha noutras se perde'. O mais importante, disse ele, 'é sair pela mesma porta que entramos com dignidade com sensação do dever cumprido'.
“Estou deixando duas emendas já aprovadas totalizando 3,6 milhões para asfalto para o próximo prefeito executar e mais 4 milhões para recuperação da barragem do Pericumã junto à Secretaria de Estado de Infraestrutura, diferente do aliado do grupo opositor, que prometeu 4 milhões para construção da feira, mas mandou recurso foi para implantação de um hospital em Balsas; este é o nosso jeito de fazer política”, sem perseguições e pensando no bem de todos; por isso, mantenho minhas emendas parlamentares para a nova administração, afirma o deputado Victor Mendes e continua: “Espero que o próximo prefeito tenha a hombridade de dizer que a emenda foi minha, e eu irei fiscalizar e acompanhar a execução", finaliza.

Deputado Victor Mendes falou dos projetos e de sua atuação na região da Baixada e, em especial, para cidade de Pinheiro. Ao ser indagado a respeito do resultado das eleições 2016, o deputado afirma que 'a política tem disto, às vezes ganha noutras se perde'. O mais importante, disse ele, 'é sair pela mesma porta que entramos com dignidade com sensação do dever cumprido'.




Pinheiro Atlético Clube pronto para as disputas da Copa São Paulo

A equipe do Pinheiro Atlético Clube (PAC), segue se preparando para as disputas da Copa São Paulo2017, que tem início no próximo dia 2 de janeiro. A equipe Maranhense comandada pelo técnico Ismael Reis, vem trabalhando diariamente no estádio Costa Rodrigues na cidade de Pinheiro, com intuito de realizar uma boa campanha na competição que movimenta o futebol de base Brasileiro.
O Pinheiro Atlético Clube está inserido no Grupo 17, ao lado do Taubaté-SP, Corinthians-SP e Operário-MS. A estreia do PAC na competição, será na quarta-feira (4) contra a equipe do Corinthians-SP
A equipe que disputará a Copa São Paulo, é formada pela base que conquistou de forma invicta, o Campeonato Maranhense categoria Sub-19.
A delegação do PAC embarca para as disputas da Copa São Paulo no próximo dia 01de janeiro em Voo da companhia Azul. A delegação será composta por 24 jogadores, integrantes da comissão técnica e será chefiado pelo presidente do PAC Filemon Guterres.
O prefeito eleito na cidade de Pinheiro Luciano, está dando total apoio  a equipe Pinheirense, mesmo antes de assumir o cargo. Luciano ainda confirmou, que acompanhará todos os jogos da equipe na Copa São Paulo.
“É uma participação inédita do PAC na Copa São Paulo, nos enche de orgulho ter uma equipe da nossa cidade representando nosso estado nesta competição nacional. Esperamos fazer uma boa campanha e representar bem o estado do Maranhão”. Declarou o presidente do PAC Filemon Guterres

Câmara de Pinheiro reprova projeto que aumentaria salário do prefeito, vice e secretários.

A Câmara Municipal de Pinheiro reprovou na manhã desta, terça-feira, 27, o projeto de Lei Nº. 007|2016 que tratava dos subsídios do prefeito, vice-prefeito e dos secretários municipais de Pinheiro.
O aumento proposto dobrava o salário do prefeito, dos secretários e subsecretários e triplicava o salário do vice-prefeito que atualmente é um vereador da casa. Caso o projeto fosse aprovado e sancionado pelo executivo, o salário do prefeito que hoje é de 12.000,00 (doze mil reais), seria reajustado para 20.807,60 (vinte mil e oitocentos e sete reais e sessenta centavos).
O salário de vice-prefeito que é de 6.000,00 (seis mil reais) seria reajustado para 14. 187 00 (quatorze mil cento e oitenta e sete reais). Dos secretários de 4.800,00 (quatro mil e oitocentos) para 7.951.00 (sete mil novecentos e cinquenta e um reais) e subsecretários de pouco mais de dois mil para 3.975 (três mil novecentos e setenta e cinco).
O projeto precisava ser apreciado em duas votações, na primeira votação,   7 dos 13 vereadores com direito a voto foram favoráveis. Stélio (PSDB), Lucas (PSDB), Nézio (PDT), João Moraes (PSB), Elizeu de Tantan (PP) Antônio Ribeiro (PPS), e Concita (DEM), e seis votos contrários, Guto (PV), Beto (PSD), Oziel (PSD), Leonardo (PCdoB), Selma (PP) e Sinval (PMDB).
Como o projeto para ser aprovado precisava de maioria absoluta, ou seja, precisaria de 8 votos a favor na primeira votação mas teve apenas 7, na segunda seria necessário 9 votos a favor.  .  O projeto foi colocado em votação pela segunda vez e foi reprovado desta com 13 votos contrários, apenas o vereador, Sival (PMDB) foi favorável.
A sessão foi presidida pelo vereador, Valter Soares (PV).

Prefeito Filuca e Deputado Victor entregam Shopping do Povão ato marcado por muitas emoções

O prefeito Filuca Mendes, acompanhado do Deputado Federal Victor, de familiares, vereadores, lideranças politicas, empresários, secretários e muitos populares que lotaram as dependências do espaço, fizeram a entrega do mais novo, moderno, arejado centro do comercio de Pinheiro o Shopping do Povão.

Localizado bem no centro da cidade de Pinheiro, frente da praça do Centenário, o Shopping do Povão homenageia um dos maiores e mais dignos e respeitados comerciantes de Pinheiro. Enos Leite. A sua filha Ismália e seu irmão Levy participaram da homenagem e agradeceram ao prefeito pela lembrança daquele que durante 60 anos dedicou a sua vida ao comercio de Pinheiro.

O evento foi marcado por muita emoção. Muita gente chorava e falava da marca do prefeito Filuca. O trabalho e a dedicação pela sua terra e pela sua gente. Esse Shopping do Povo é um exemplo disso, dizia o vereador Beto de Ribão.

A classe empresarial representada pelo presidente a ACIP Lauro Cordeiro, do CDL Edson Wanderley, do empresário. Albuquerque que se dizia surpreso com a grandiosidade da obra e de representantes de agências bancárias como Banco do Nordeste Diógenes, que se disse pronto e aberto para ajudar os empreendedores da nova casa.

O prefeito Filuca disse um Até Logo e confirmou que o Shopping é a sua marca e confirmou que o que foi possível fazer, foi feito e o que não deu para fazer, será feito em breve.


O deputado federal Victor Mendes ressaltou a importância da obra para os comerciantes que não tinham oportunidade de ter um ponto comercial e que a partir desse Shopping terão seu espaço. Agradeceu o prefeito Filuca pelo seu trabalho e pela sua determinação em fazer pela sua terra e pela sua gente e confirmou que o trabalho não vai parar....








Vereadores de Viana terão que rever aumento de salário

Os vereadores do município maranhense de Viana devem convocar, nos próximos cinco dias, uma sessão extraordinária na Câmara da cidade para revogar o aumento no subsídio dos parlamentares, por recomendação do Ministério Público Estadual (MPE).
O titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Viana, Lindemberg Malagueta Vieira, afirma que a Câmara de Vereadores aprovou, após o resultado das eleições de outubro deste ano, o aumento nos vencimentos dos parlamentares para a próxima legislatura (2017/2020).
O Ministério Público informa que a Constituição Federal proíbe a fixação de subsídios quando o resultado das eleições já foi divulgado. Para valer o subsídio seguinte, o aumento deveria ter sido aprovado com antecedência.

Santa Helena: prefeito Zezildo Almeida e o vice Pajoka convidam para cerimônia de posse no dia 1º.

O prefeito eleito da cidade de Santa Helena, Zezildo Almeida e o vice, Pajoka, convidam a população helenense para participar das programações da cerimônia de posse.
A programação terá inicio a 7:00h da manhã do dia 1º de Janeiro com Missa de Ação de Graça na Igreja Matriz. As 9:00h acontece o ato de posse na Câmara Municipal da cidade e as 11:00h a transmissão do cargo na prefeitura municipal.
A programação se estenderá até a noite com shows de bandas locais e da capital do estado a partir das 19:00h, confira as atrações: Banda 14 Bis, Banda 20 TE COMER encerrando com  Gargamel e Banda de São Luís.

Deputados vistoriam obra abandonada no Governo Flávio Dino

Para iniciar a última semana de 2016, os deputados Hildo Rocha (federal) e Andrea Murad (estadual), ambos do PMDB, estiveram em Chapadinha para visitar uma obra abandonada pelo Governo Flávio Dino.
A obra em questão é o Centro de Hemodiálise, que no Governo Roseana Sarney chegou a receber serviços de terraplanagem, construção de um poço artesiano e pré­moldados para a montagem da estrutura física, mas agora está praticamente abandonada.
Após a visita, os parlamentares asseguraram que irão denunciar o descaso do Governo Flávio Dino junto ao BNDES, afinal a obra tinha recurso assegurado do banco no valor de R$ 1 milhão.
“Quando Flávio Dino assumiu o governo, a terraplenagem já estava pronta, os pré­moldados para a edificação do prédio já estavam no local da obra, o poço artesiano, que foi perfurado para atender exclusivamente a unidade já estava em condições de uso e, o mais importante, os recursos já estavam assegurados por meio de convênio firmado com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Infelizmente, por falta de respeito e sensibilidade com o povo maranhense, ele não fez a obra. Já se completaram 2 anos de Governo, a metade do mandato dele, e a obra não foi concluída”, disse.
A deputada estadual Andrea Murad também salientou que estará cobrando uma explicação do governador para saber onde está o recurso para a realização da obra que é de fundamental importância para a Região do Baixo Parnaíba.
“A cada dia o governador Flávio Dino demonstra a sua insensibilidade. Mas, com o deputado Hildo Rocha na Câmara, lutando pela causa, o governador vai ter que concluir as obras do BNDES porque ele tem que dar uma satisfação para a instituição e também para a população maranhense”, completou.
O abandono da obra já chegou a ser destaque no Jornal Nacional da TV Globo, mas mesmo assim, até agora, praticamente nada foi feito pelo Governo Flávio Dino.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Flávio Dino presidente: Factoide ou saída honrosa caso a PEC do fim da reeleição seja aprovada?

Por mais que tenha virado um monstro em termos de destemor, o governador Flávio Dino não teria coragem suficiente de abrir mão da sua candidatura à reeleição para aventurar-se numa candidatura à Presidência da República.
O assunto vem sendo pauta “plantada” na imprensa local e até internacional – a Secom tem sido competente nesse particular, temos que admitir.
“Mas, Bob, você implica muito com o governador Flávio Dino. Você acha que ele não tem condições de ser candidato a presidente do país?”, provocaria um leitor fã do comunista.
Ora, não se trata disso. Atributos pessoais, profissionais e até mesmo políticos Flávio Dino possui. Ademais, até o Eymael, o democrata cristão, possui e já se candidatou a presidente, então por que o comunista maranhense não poderia?
Ocorre que há questões práticas que dificultam o projeto “Flávio Dino presidente-65”.
Em primeiro lugar, o próprio partido do governador, o PCdoB.
Não parece nenhum tiquinho razoável que legendas como PT e PDT com muito mais representatividade e envergadura político-eleitorais abririam mão de lançar candidato em favor de uma candidatura comunista do PCdoB. Muito pouco verossímil disso acontecer!
Em segundo lugar, para um governador do Maranhão, ainda mais do nanico PCdoB, ter qualquer esperança de pelo menos ser candidato a presidente teria que apresentar resultados inquestionáveis do ponto de vista da gestão. Coisa do tipo que o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (já falecido), conseguiu. E nada, pelo menos até neste dia de 27 de dezembro de 2016, mostra algo nesse sentido.
Por fim, não é porque a presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, acha que os 46 prefeitos “comunistas” eleitos no estado, “que representam mais da metade das  80 vitórias do partido nas eleições municipais”, conforme afirmou ao jornal espanhol El País (veja aqui), que isso seja suficiente para fazer de Flávio Dino um presidenciável competitivo. É até hilária a declaração da Luciana.
No mais, essa história de candidatura do governador maranhense a presidente da República só tem duas explicações: Ou é puro factoide para produzir pautas positivas a favor de Flávio Dino; ou, sabendo que pode haver mudanças na legislação quanto instituto de reeleição que o impeçam, por exemplo, de ser candidato no cargo, o comunista começa a preparar o terreno para uma eventual saída honrosa da disputa ao governo em 2018, como essa da candidatura a presidente do país.
Ou de vice de Lula, Ciro, Marina, Zé Maria…

A “revolução democrática burguesa”de Flávio Dino que ainda não veio

“Fazer uma revolução democrática burguesa, com 300 anos de defasagem. Ou seja, garantir o cumprimento da lei, dos contratos, incentivar os investidores privados. Novas formas de organização do Estado que contemplem a participação popular, mas que permitam também o desenvolvimento daqueles que querem empreender, investir, que venham para o Maranhão, acreditem no nosso porto, na nossa infraestrutura. Qualificar os recursos humanos. Desenvolver o Maranhão como o PC do B defende desenvolver o Brasil, de modo soberano, independente, com ciência, tecnologia. Não há incoerência entre aquilo que vamos fazer no Maranhão e aquilo que o meu partido acredita.”
As palavras acima é uma resposta dada por Flávio Dino, então recém-governador eleito do Maranhão, a um longa entrevista ao site da Folha de São Paulo, em novembro de 2014.
A pergunta era se o comunista iria implantar o capitalismo no Maranhão.
Passados dois anos da entrevista (reveja aqui) não há sinais nem de longe de que o Maranhão vive uma “revolução democrática burguesa”. Pelo contrário: há uma certa vergonha no trato com o capital privado que beira o preconceito.
É como se as convicções ideológicas do governador fossem mais fortes que a sua vontade fazer a tal revolução prometida ao jornalista da Folha.
Semanas atrás saiu num jornal de São Luis, que o Governo do Maranhão teria sido responsável pela quebra de mais de 9 mil empresas. O motivo oficial seria irregularidades fiscais das empresas junto à Fazenda Estadual que, aliás, com ajuda do Ministério Público, descadeou uma operação para apurar maracutaias fiscais que teriam lesados o Tesouro maranhense em milhões de reais.
O caso ficou conhecido na imprensa local como “Máfia da Sefaz” – entre empresas envolvidas estava o Grupo Mateus, mas nada passou de mero engano, tanto que o maior gerador de ICMS do estado Maranhão é agora o principal patrocinador do “Réveillon de Todos 2017”, do Governo do Estado.
Há tempos que o Blog do Robert Lobato defende essa ideia de implantar o capitalismo no Maranhão em postagens ao longo da sua existência desta página. Tanto que chegou a elogiar a declaração de Flávio Dino nesse sentido.
Contudo, infelizmente, o mundo real está longe do discurso do governador.
Um exemplo é o projeto que cria Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA), de autoria do senador Roberto Rocha (PSB) que tem sido solenemente ignorado pelo governador maranhense. Aliás, o projeto chegou a ser apresentado pelo senador no Palácio dos Leões e sequer o chefe do executivo estadual teve ao menos a coragem ou gentiliza protocolar de fazer uma pergunta sequer ao final da apresentação do projeto.
Esse é só um exemplo do “compromisso” de Flávio Dino com a “revolução democrática burguesa” no Maranhão.
Não vou nem falar sobre outros empreendimentos que cruzam uma verdadeira via sacra burocrática em órgãos como Secretaria de Fazenda e a do Meio Ambiente para conseguir documentos diversos.
O fato é que lá se vai mais um ano de governo da “mudança” e nada da chegada do capitalismo tardio no nosso estado.
A não ser para alguns poucos novos ricos.
Mas isso é assunto para outra postagem.
No ano que vem.
Até lá.