quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Advogado que teve pedido de revogação da prisão do agressor Lucio André negado recebe R$ 5 mil da prefeitura de Pinheiro

O Juiz titular da 2ª vara da Comarca de Pinheiro, Dr. Lúcio Paulo Fernandes Soares,  indeferiu o pedido de revogação da prisão preventiva de Lucio André Silva Soares, agressor da advogada Ludmila Ribeiro.
O  advogado, Lincon Lima Sampaio,  alegou que a prisão do irmão do prefeito de Pinheiro merece ser revogada pela ausência dos fundamentos típicos da medida prisional estabelecidos no artigo 312 do Código de Processo Penal.
De acordo com o defensor, a decisão que decretou a prisão preventiva de Lucio André em Pinheiro, usou como fundamento, o descumprimento de medida preventiva sendo que o mesmo nunca foi intimado.
O Dr. Lincon, alegou que as condições pessoais do agressor, são favoráveis a sua pessoa e a realidade do sistema prisional maranhense não recomenda a manutenção da medida prisional. Segundo o advogado, o agressor foragido, Lucio André, preenche todos os requisitos para concessão de liberdade provisória ou para aplicação de medidas cautelares da prisão como seu monitoramento eletrônico.
Segundo o que apurou o blog, Lucio André, sempre fugiu da justiça e sempre que procurado no endereço informado a ordem era dizer que o mesmo não se encontrava. Por isso nunca foi notificado.
Outro fato curioso é em relação ao Advogado que pede a revogação da prisão do agressor. O Dr. Lincon Lima Sampaio, é procurado da prefeitura de Pinheiro, que tem como prefeito o irmão do agressor. De acordo com dados do portal de transparência da prefeitura de Pinheiro, o Dr. Lincon Lima Sampaio, receber R$ 4.999,99 como membro da procuradoria.
O fato do Dr. Lincon receber pela prefeitura comandada pelo irmão do agressor, não confirma que  o prefeito esteja usando a estrutura da prefeitura para livrar o irmão da cadeia, mas levanta suspeitas pela ligação entre o gestor e o procurador.
Lucio André é procurado pela justiça em todo o território nacional.

Turilândia: Moradores revoltados com a educação no município, derrubam escola e ateiam fogo

Chegou a redação do Blog, uma imagem que nos chama a atenção: Uma escola derrubada e queimada. A atitude foi por parte de moradores do Povoado de Iguamã, que estariam insatisfeitos com a educação, ou melhor, falta de educação no Povoado. 
Cansados de esperar por uma ampliação que nunca saiu do papel, os moradores se juntaram e derrubaram a escola que segundo os moradores, não suporta mais a demanda a muito tempo. A que ponto chegamos?! 
Segundo informações, vereadores de Turilândia teriam alertado para este problema na sessão passada. Até o presente momento a Prefeitura do Município ainda não se manifestou sobre o lamentável ocorrido.

Advogada Ludmila Ribeiro, cobra a prisão do agressor, Lúcio André Genésio, irmão do prefeito de Pinheiro

Mais uma vez a advogada Ludmila Ribeiro, usou as redes sociais para cobra a prisão do agressor,  Lúcio André Genésio, irmão do prefeito de Pinheiro.
Confira abaixo o pronunciamento da advogada através das redes sociais.
Que ironia da vida. Quando a DEM comemora 30 anos de existência, meu agressor comemora 30 dias de impunidade.
É complicado administrar o medo, a angústia, o cansaço e esgotamento físico e psicológico que sinto, e o pior é o sentimento de frustração.
Não pensei que fosse tão difícil ver dois mandados de prisão preventiva serem cumpridos. Mandados esses, que o agressor tentou por meio de pedidos de revogação, se eximir.
Graças ao bom entendimento do MP e dos juízes não foi concedido esse benefício para quem sempre vem se mostrar alheio às imposições da justiça.
Eu fico sem entender o motivo de tanta dificuldade. A justiça concede a prisão preventiva, mantém essa decisão, pois coerentemente com a Lei Maria da Penha, prima pela proteção da mulher, quando é hora do sistema de segurança mostrar que o Estado do Maranhão tem condições de fazer cumprir dois mandados de prisão, ficamos sem resposta.
O Estado do Maranhão tem condições de cumprir? Se tem, qual o motivo de não ter prendido o foragido? Se não tem condições, o que está fazendo para resguardar as vítimas de violência doméstica? Quais as medidas adotadas para ter condições de fazer cumprir as determinações legais e judiciais?
Espero que a cada dia possamos evoluir no que diz respeito à efetiva aplicação da lei Maria da Penha. Precisamos de todo o sistema fortalecido e apto para receber mulheres que como eu tem coragem de denunciar. Acima de tudo, um sistema que resguarde a vítima e não o agressor.
Só mais um desabafo de quem teima em não desacreditar que a justiça dos homens funciona. Pois a de Deus eu não tenho dúvidas.
Se você me entende, me ajude. Compartilhe. Denuncie.

Bequimão vai realizar neste sábado (16) o I Festival Cultural Afro na comunidade Quilombola Conceição

O município de Bequimão, no litoral ocidental maranhense, referência nacional em valorizar as comunidades quilombolas, primeiro município do Maranhão e único do Brasil em criar através de projeto de lei, a Semana do Bebê Quilombola, que acontece há 5 anos no mês de novembro, será palco agora de um festival. Tendo 11 comunidades quilombolas certificadas, este ano será realizado o Primeiro Festival Cultural Afro, que acontecerá neste sábado, dia 16 de dezembro, na comunidade Conceição, que fica localizada na estrada que liga o povoado Paricatiua.
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA
Sábado (16/12/2017)
8h – Abertura Oficial
9h – Palestra “A Dança do Tambor de Crioula e suas Manifestações Culturais” (Prof.ª  Selma Sá).
10h – Projeto Social Esporte, Lazer e Cidadania com Crianças e Adolescentes das Comunidades Quilombolas (Prof.ª Dr.ª Juciléa Neres Ferreira – Departamento de Educação Física da UFMA).
12h – Almoço Coletivo
14 – Oficinas: Confecção de Sabonete Artesanal (Dinha Pinheiro) e Tambor de Crioula (Prof. João Vitor).
16h – Grande Encontro de Tambor de Crioula, Terecô de Caixa e Danças Afro.
20h – Reggae Roots (Equipes Locais e Convidados) – Sonorização Radiola Agressiva Musical
O evento terá a realização da Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Igualdade Racial, com o apoio cultural do prefeito Zé Martins, deputado estadual Zé Inácio, Vice-prefeito (Magal) e Vadico do Areal (vereador). A organização é de Francisco Carlos Macedo Souza (Pinininho) e Dinha Pinheiro.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Ô loco, meu! Luciano Genésio pede à Câmara de Pinheiro autorização para contrair empréstimos de mais de 21 milhões

A Prefeitura de Pinheiro pediu autorização da Câmara Municipal para contratar financiamento de R$ 21.500.000,00 (vinte e um milhões e quinhentos mil reais) do PMAT (Programa de Modernização de Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos), projeto do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
O programa apoia projetos de investimentos para melhoria da eficiência, qualidade e transparência da gestão pública, visando modernizar a administração tributária e qualificação do gasto público nos municípios.
O perigo que ronda a contração da divida ao município é a obscuridade da gestão do prefeito Luciano Genésio que pode desviar a finalidade do recurso. Luciano recebeu mais de um milhão de reias em repatriação no inicio do ano e nunca prestou conta da aplicação do recurso com a sociedade pinheirense.
Só nos primeiros 11 meses de gestão, a cidade de Pinheiro já recebeu mais de 100 milhões de reais em recursos federais (Veja Aqui). Porém, a cidade vive abandonada em todos os setores. Com o prazo de carência de até 24 meses, Luciano planeja contrair uma divida para o futuro gestor já que sua gestão é reprovada por quase 80% da população.
Depois da aprovação da proposta no Legislativo Municipal, o município encaminhará o projeto executivo ao Banco. Não é possível estimar prazo de quando o recurso, se aprovado, estará com a prefeitura.
Mesmo sabendo da irresponsabilidade da gestão municipal com a coisa pública e da divida futura que irá contrair o município que poderá comprometer o próximo gestor, o projeto deverá ser aprovado por 10 doas 14 vereadores com direito a voto.
Atolado em dividas, hoje o município de Pinheiro, tem um débito que ultrapassa os 10 milhões de reais, segundo levantamento de vereadores. São dividas com fornecedores, aluguéis de veículos, salários em atraso e outros. O empréstimo pode ser um “Tampão” na gestão de Luciano que acarretará em problemas futuros.

Acusado de cometer homicídio na cidade de Palmeirândia é preso no bairro da Floresta em Pinheiro

A Força Tática do 10º BPM de Pinheiro, prendeu na madrugada desta terça-feira (12), Alan Costa Braga, acusado de ter cometido um homicídio no município de Palmeirândia, no ultimo dia (05).
O crime aconteceu na rua Zé Curica no povoado Agrovila. segundo populares,  a vítima o Sr. Pará, estava bebendo na porta da residência do Sr. Wilton quando se ouviu um disparo de arma de fogo, logo o corpo da vítima foi encontrado no chão.
Alan Costa Braga é natural da Vila Embratel em São Luís.
O acusado tomou destino ignorado e só foi preso  na madrugada desta terça em uma kit net no bairro Floresta em Pinheiro. O mesmo foi apresentado na Delegacia Regional de Pinheiro para medidas cabíveis, sem lesões corporais.

Presidente da CDL de Pinheiro participa da abertura da Oficina Sebrae de Empreendedorismo – OSE – no município de Alcântara

O presidente da CDL de Pinheiro, Wanderley Pinheiro, participou da abertura da Oficina Sebrae de Empreendedorismo – OSE – no município de Alcântara nesta segunda-feira (11).
Cerca de 250 empreendedores e potenciais empreendedores participam das 10 turmas que acontecem simultaneamente durante a oficina.
Na solenidade de abertura foi assinado o convênio entre o Sebrae e a Prefeitura de Alcântara que garante a execução em 2018 do programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP – na rede municipal de ensino da cidade histórica.
Para o prefeito o presidente da CDL de Pinheiro, a iniciativa do Sebrae no Maranhão é uma oportunidade importante para o município e, principalmente, para a Baixada “É uma satisfação ver que essas famílias agora serão pequenas empreendedoras, que vão utilizar esses dias de oficinas para saber fazer negócio e obter conquistas”, disse Wanderley durante seu pronunciamento.