sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Plantão Policial de Pinheiro...

Presos na Caixa Econômica de Pinheiro, na tarde de ontem, Gerson Carlos Câmara Soares, morador do povoado Conceição em São Bento e Estevão Galvão de 79 anos, morador do povoado São João, também em São Bento. Acusados estelionato. A policia foi informada que ambos são conhecidos pela pratica de  contrair empréstimos em nomes de outras pessoas. 

Na tarde de ontem, por volta das 16:40h, Fabiana de Jesus Soares de 28 anos, residente no Bairro do Fomento, imediações da praça São José, foi conduzinda pela PM. Fabiana é acusada roubar roupas nas Lojas Noroeste no centro de Pinheiro.

Na Rua Afonso Paiva, no Bairro Ilha de Leonor, Francisco das Chagas Nunes, vulgo “Chico do Alho” esfaqueou Weltom Alisson Amorim. O agressor foi preso pela PM, e conduzido para Delegacia Regional, a vitima foi internado no hospital Antenor Abreu.

Por volta das 19:50 de ontem na Vila Zé Arlindo, dois indivíduos em uma moto Honda FAN de cor vermelha sem placa e, com arma de fogo municiada, tomaram em assalto uma moto Honda FAN de cor preta. Os assaltantes tomaram rumo ignorado.

Cinco jovens todos tatuados foram presos na Praça Pedro Lobato, acusados de baderna e de venda de drogas na porta da escola. Eles agiam a menos de 10 metros da delegacia do primeiro distrito. O problema é que eles são presos e horas depois estão na rua fazendo a mesma coisa...

Comando determina: e presos de Pinheiro também são forçados a fazer greve de fome

Superintendente da Polícia Civil classifica mobilização como "palhaçada".

Presos do município de Pinheiro começaram uma greve de fome por determinação de presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas, em São Luís. Isso porque a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) teria colocado os detentos da unidade prisional da ilha dentro das celas, o que não ocorria antes.

A unidade prisional de Pinheiro tem mais de 100 detentos. Todos estão sem se alimentar. De acordo com o delegado regional de Polícia Civil de Pinheiro, Luís Cláudio Balby, ele foi surpreendido com a notícia. "Recusaram o jantar, recusaram o café da manhã e,  também o almoço. E a comida é de primeira qualidade, paga pelo contribuinte. Com um cardápio que inclui pratos como purê de batata e filé de peixe à milanesa. Não é todo mundo que tem a oportunidade de fazer refeições assim", disse. Membros do comando estariam em Pinheiro e estão fazendo presos cumprirem e se não cumprirem sofrerão retaliações e poderão até serem mortos, dizem

Em entrevista à Rádio Mirante AM, o superintendente de Polícia Civil do Interior, delegado Jair Paiva, criticou duramente o ocorrido. “Na realidade, isso é falta do que fazer, para não dizer palhaçada lá em Pinheiro, mas ainda vai aparecer gente para aplaudir e achar bonito. A situação dos presos no interior acho que nunca esteve tão difícil. Há cerca de 1.385 presos em delegacias do interior", destacou Paiva.

Para o delegado de Pinheiro, o movimento não deve durar muito tempo. "Isso tudo seria porque a Sejap resolveu trancar todo mundo. Preso, como o próprio nome está dizendo, é preso. A polícia não vai se intimidar e vamos ver quem vai ganhar essa queda de braço, afinal de contas, meu estômago não está doendo. Estamos preparados para qualquer situação e eu acredito que isso não deva durar muito, porque saco vazio não para em pé", concluiu o delegado Balbe.

Em Pedro do Rosário, assessor é suspeito de ter ficado com R$ 1,5 milhão da prefeitura

O Blog de Luis cardoso recebeu a denúncia de que um assessor teria se apropriado de R$ 1,5 milhão desviado da Prefeitura de Pedro do Rosário.
As informações dão conta que o ex-prefeito Arnold Silva Borges, falecido após dois anos de mandato, estaria fazendo uma poupança secreta para que restituísse aos seus irmãos todo o dinheiro gasto por estes ao seu favor ao longo de três campanhas políticas.
Daí então ele teria pedido ao contratado da prefeitura, Wesley Dantas Gonçalves, a quem tanto confiava, que permitisse que fosse depositado em sua conta bancária diversos valores, o que seria segredo total entre ambos.
Acontece que o prefeito Arnold veio a falecer e o Wesley teria se apropriado do dinheiro todo fazendo gastos desproporcionais ao que recebia como contratado, como: compra de casa, apartamentos, carros e diversas viagens para Fernando de Noronha, Rio de Janeiro, Caldas Novas e outros grandes centros turísticos brasileiros.
Há informações também que de outro assessor contratado da prefeitura e amigo do prefeito falecido, conhecido por Juscelino Lima, também sabia desse dinheiro e ao ver Wesley com essa gastança toda, foi pra cima dele e exigiu uma parte do valor, e assim teria sido agraciado com R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais).
Há comentários também de que uma cunhada de Juscelino, conhecida por Ana Lúcia, teria recebido a mesma quantia para ficar calada.
Agora, teria sido descoberta uma conta no Banco do Brasil do bairro Cohab em São Luís, com depósitos volumosos em favor de Wesley, exatamente no período em que o ex-prefeito ainda era vivo. A partir desta descoberta, o Raimundo Antônio e outros irmãos do José Arnold  exigem todo o dinheiro de volta do contratado Wesley, que acabou ficando com tudo.

Acompanhe abaixo a resposta de Wesley
DIREITO DE RESPOSTA AO BLOG DO LUIS CARDOSO ONDE FORAM PUBLICADAS ÀS FALSAS CALUNIAS APRESENTADAS, CONTRA O ASSESSSOR DA PREFEITURA DE PEDRO DO ROSÁRIO-MA, WESLLEY DANTAS.
As denúncias apresentadas são obras de pessoas nefastas, medíocres e incompetentes que não suportam ver o brilhantismo e o sucesso de pessoas honestas que dedicam sua vida, sem limites, em prol do interesse público e das minorias.
“Ninguém ouve falar que arvores que não dão frutos recebam pedradas”
1.     Tais acusações se fundam unicamente em uma carga subjetiva de ódio e despeito que são lançados ardilosamente e criminosamente contra o aludido Assessor, com o fim exclusivo de atingir a imagem e a honra de uma pessoa honesta que competentemente tem alcançado aprovação unânime do seu público alvo por se empenhar arduamente na busca e aprovações de projetos de relevante interesse público que atendem amplamente as principais demandas apresentadas pela humilde e guerreira população Pedro-rosariense;

2.     Relativamente ao suposto acordo fechado entre o ex-prefeito ARNOLD (falecido) e o Assessor, nunca ocorreu porque tanto o Assessor quanto o ex-prefeito sempre tiveram pautados em suas ações a dignidade e a honra da pessoa humana, especialmente, porque o ex-prefeito em todos os seus atos da vida pública manteve conduta ilibada e escorreita, sempre sendo lembrado e reverenciado pelo povo Pedro-rosariense como ícone de expressiva aclamação popular pelos relevantes serviços prestados aquela população durante sua profícua gestão;

3.     O suposto acordo entre o Assessor e o ex-Prefeito jamais existiu assim como os gastos vultuosos, e lanço o desafio para que seja apresentado pelo caluniador qualquer prova de escritura de casa ou apartamento em nome do Assessor, que na verdade reside num pequeno apartamento alugado (conforme comprova o Contrato de Aluguel) ora juntado.

4.     Diante das pessoas que professam a calunia, o Assessor acusado, injustamente, coloca desde já,à disposição, a quebra do seu sigilo bancário para provar que jamais houve depósitos vultosos em sua humilde conta corrente no Banco do Brasil;

5.     Relativamente as viagens paradisíacas que o blog publicou nunca ocorreram, com ressalva daquelas feitas em finais de ano para a cidade Natal do ofendido caluniosamente para rever seus familiares ou fazer cursos de especialização;

6.     Quanto aos arroubos dos seus franco inimigos despeitados, objetivando deixar clarividente que as acusações são levianas e tem a finalidade apenas de macular a imagem de pessoas competentes que levam a frente os interesses públicos, este subscritor, repudia veementemente todas as acusações, deixando patente que processará civil e criminalmente o (s) autor (es) dessas calúnias veiculadas;