terça-feira, 19 de março de 2019

Professor Algenir encontrado morto na zona rural de Presidente Sarney

Urgente – Homem é encontrado morto na zona rural de Presidente Sarney


O corpo do professor Algenir, acaba de ser encontrado por um morador no povoado Santa Luzia zona rural de Presidente Sarney.

Segundo o morador o corpo já está com mal cheiro, começando a entrar em estado de decomposição, a polícia já foi acionada juntamente com ambulância para fazer a remoção.

A qualquer momento o portal volta trazendo todas as informações da morte do Professor Algenir.

segunda-feira, 18 de março de 2019

Juízes tomam posse nas Comarcas de Lago da Pedra, São Mateus do MA, Dom Pedro e Pinheiro


Juízes tomam posse em novas unidades judiciais no Gabinete da Presidência do TJMA. Foto: Ribamar Pinheiro/ Asscom TJMA
O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, empossou nesta segunda-feira (18), em seu gabinete, os juízes Cristina Leal Meireles (2ª Vara da Comarca de Lago da Pedra), Ricardo Augusto Figueiredo Moyses (Comarca de São Mateus), Arianna Rodrigues de Carvalho Saraiva (Comarca de Dom Pedro), Tereza Cristina Franco Palhares Nina (Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Pinheiro) e Rodrigo Costa Nina (1ª Vara da Comarca de Pinheiro), respectivamente.
Cristina Leal Meireles ingressou na magistratura, em 2015, como juíza substituta e foi logo titularizada na Comarca de Esperantinópolis onde permaneceu até esta data.
“Um grande desafio que vou ter daqui pela frente. Estou indo para uma comarca com quase o triplo de processos mas com uma distribuição similar com a que eu tinha na de Esperantinópolis. A minha expectativa é de manter o trabalho dando prioridade à prestação jurisdicional de excelência”, comentou a magistrada.
Já Ricardo Augusto Figueiredo Moyses ingressou na magistratura, em 2016, como juiz titular na Comarca de Cândido Mendes. Foi removido para a de Monção no final de 2017 onde ficou até hoje.
“É um desafio bem significativo. Tem um volume processual bem alto e há uma necessidade de servidores, mas a gente crê que com a implementação de novas rotinas, apoio do Poder Judiciário para alguns mutirões de cumprimento processual, bem como ajustes na tramitação dos processos para a gente ganhar uma maior eficiência. É um trabalho árduo mas esperamos que isso possa ser alcançado em um tempo razoável e dentro da expectativa da própria população em relação ao que se espera da prestação jurisdicional”,disse o juiz.
Arianna Rodrigues de Carvalho Saraiva, por sua vez, começou a carreira na magistratura, em 2016, na Comarca de Passagem Franca, como juíza substituta. Ficou na comissão sentenciante e foi titularizada, em seguida na mesma comarca. “Estou muito feliz porque é uma grata satisfação na carreira a gente poder ser promovida, removida, conhecendo novas pessoas, lugares e novos desafios. É uma comarca com o dobro de processos da que eu estava. Pretendo buscar na Comarca de Dom Pedro a excelência e aprimorar tanto o trabalho do Judiciário quanto o social”, comentou a juíza Arianna.
PERMUTA
Os juízes Tereza Cristina Franco Palhares Nina e Rodrigo Costa Nina tomaram posse no Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Pinheiro e 1ª Vara da Comarca de Pinheiro, respectivamente.
“O compromisso que tenho com a sociedade pinheirense é permanecer no Juizado Cível e Criminal com meu fiel cumprimentos dos meus deveres e fazendo com que a população de Pinheiro acredite na Justiça maranhense”, comentou a juíza Cristina Palhares Nina.
O juiz Rodrigo Nina acrescentou que será um grande desafio porque passará a cuidar de uma Penitenciária e outra unidade prisional dentro da Cidade de Pinheiro que somados dá aproximadamente 600 presos além de administrar os processos da Vara da Fazenda Pública”, explicou o juiz.
Na cerimônia de posse, o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, parabenizou os magistrados desejando sucesso na nova jornada profissional.
O ato solene de assinatura do Termo de Compromisso e Posse contou com a presença dos juízes Cristiano Simas (auxiliar da Presidência) e Larissa Tupinambá Castro, dos familiares além do diretor-geral do Tribunal, Mário Lobão.
A promoção, remoções e permuta dos magistrados foram aprovadas na Sessão Plenária Administrativa realizada no dia 20 de fevereiro de 2019.

NEGÓCIOS, FAMÍLIA E SUCESSÃO: COMO CONDUZIR?

Esta palestra apresenta um método de conhecimento intensivo aplicado a famílias empresarias e seus negócios, integrando o indivíduo, a família, os negócios e as questões societárias.
A metodologia é expositiva, com apresentação de estudos de casos baseados nas vivências de empresas familiares e a implantação do método BFB - Balanced Family Business.
O palestrante, Cícero Rocha, é fundador e presidente do Instituto Empresariar, instituição referência no Brasil na profissionalização de empresas familiares, professor convidado do MBA da Wharton Business School (EUA) e autor de diversos livros na área de gestão. É idealizador do método BFB (Balanced Family Business) que visa elevar a longevidade e a profissionalização das empresas familiares. Esse método vem sendo utilizado por dezenas de grupos empresariais, nas diversas áreas econômicas, como a do agronegócio, da indústria, do comércio e de serviços. Cícero Rocha já atuou em mais de 600 projetos no Brasil. No Maranhão, já atuou em empresas como Distribuidoras MedeirosGrupo HSQ e Grupo MagnóliaNo Piauí, o Grupo Cavalcante Gestão de Negócios e CEVAP estão sendo orientadas pelo método BFB (Balanced Family Business).

Wellington participa de Encontro Beneficente pelo menino Gustavo

O menino Gustavo tem 8 anos e uma necessidade urgente por uma cirurgia em São Paulo. Seus pais sem condições para comprar as passagens organizaram neste domingo com familiares e muitos amigos um grande movimento em Cauaçu Palmeirandia

Nesse encontro alem de um torneio beneficente que contou com mais de uma dezena de equipes, um bingo também movimento o grande publico que compareceu para ajudar o menino Gustavo

Wellington Muniz que nunca se nega a ajudar seus conterrâneos, esteve presente com vereadores e lideranças de Palmeirandia que também compareceram para ajudar. A carretinha de Wellington fez a animação da festa. Nessas horas deve- se esquecer até as desavenças políticas e se pensar no bem maior do próximo. "Agora é o menino Gustavo que está precisando da ajuda de todos". Disse Wellington.


domingo, 17 de março de 2019

Clínica Safira se moderniza e se atualiza para atender melhor Pinheiro e a Baixada

A Clínica da Dra. Safira já é uma referência ha muito tempo no atendimento medico em Pinheiro  e na Região da Baixada

E para acompanhar a grande demanda que cresce pela procura de especialidades, que muitas vezes só são encontradas somente nas capitais, os médicos e empreendedores  Eduardo, mais conhecido como Dr. Kadu e a sua irmã Dra. Licia, filhos da Dra. Safira, entraram no negócio e ajudar a mãe e promoveram uma grande transformação que vai garantir mais conforto e mais comodidade aos pacientes da Região

O objetivo, segundo os médicos empreendedores, é oferecer o melhor em atendimento e poder ofertar um ambiente, onde as pessoas possam se sentir confortáveis e ter atendimento de qualidade. 

A nova, bonita e confortável Clínica, não fará apenas o atendimento ambulatorial, uma grande estrutura está sendo montada para fazer atendimentos de urgência  emergências,  cirurgias e partos. Confirma Kadu.









Audiência Pública sobre a barragem do rio Pericumã acontece neste domingo em Pinheiro

Audiência Pública sobre a barragem do rio Pericumã acontece em Pinheiro com a presença da OAB/MA.
Representantes das Comunidades, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA, Rafael Silva participa na manhã deste domingo (17) no auditório da Colônia de Pescadores, rua Benedito Durans, nº 655, Bairro Matriz de  Audiência Pública sobre a barragem do rio Pericumã.
Moradores das comunidades do município de Pinheiro estarão reunidos neste domingo  no auditório da Colônia de Pescadores para falar sobre os riscos que essas comunidades sofrem com a ameaça de outro rompimento da Barragem e exigirem das autoridades públicas medidas de segurança para evitar que o pior aconteça.
A OAB/MA fez uma vistoria na Barragem, no último dia 15/02. Na inspeção foi possível notar claro descuido com a estrutura física da barragem, que é de responsabilidade do Governo Federal e que, visivelmente, não passa por nenhum tipo de manutenção há algum tempo, tendo em vista que boa parte dos equipamentos e máquinas estavam enferrujados.
Como medida, a OAB entrará com Ação Civil Publica exigindo da União que faça imediata reforma nas instalações da barragem, assim como também lutará para que as famílias que sofreram dano com a invasão da água em suas residências sejam indenizadas. De acordo com informações de populares, foram inundados os bairros Matriz, Campinho, Floresta e Dondona Soares. Segundo relatos de ribeirinhos, a obra enfrenta problemas estruturais pela falta de manutenção; como corrosão e danos nas comportas.
A Barragem do rio Pericumã possibilita o abastecimento de pescado para os municípios de Pinheiro, Palmeirândia, Peri-Mirim e Pedro do Rosário. Além disso, viabiliza a irrigação da agricultura familiar e ajuda a reduzir enchentes e controlar a vazão da água nos períodos chuvoso e de estiagem.
Dados sobre as Barragens: Segundo dados da Agência Nacional de Águas (ANA), o Brasil tem mais de 24 mil barragens catalogadas pelo poder público em todo o país, de vários tamanhos, e que cumprem funções como reserva de água para consumo humano, irrigação, depósito de rejeitos minerais e industriais.
Pelo relatório da ANA, das 24 mil barragens existentes, 723 apresentam alto risco de acidente e apenas 3% do total cadastrado foram vistoriadas pelos órgãos fiscalizadores. Ainda sobre os dados da ANA, ano passado foram aplicados somente R$ 34 milhões nas ações de operação, manutenção e recuperação de barragens, sendo R$ 26 milhões de recursos federais (apenas 23% do previsto) e R$ 8 milhões dos cofres estaduais (73% do previsto).

CCJ agrava punição para desvios do Bolsa Família, merenda escolar e saúde

Proposta do senador Roberto Rocha torna o desvio de recursos de programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, agravante do crime de peculato
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, por unanimidade, nesta quarta-feira (13), o Projeto de Lei do Senado (PLS) 216/2015, que torna o desvio de recursos da merenda escolar, da saúde e do Bolsa Família agravante do crime de peculato. O projeto, por ser terminativo, segue para a Câmara dos Deputados, se não houver requerimento para análise em Plenário.
Peculato é quando o funcionário público se apropria de dinheiro ou bens públicos ou particulares, em função do cargo, como a apropriação irregular do orçamento da merenda escolar ou dos recursos de ações de educação alimentar em escolas públicas ou entidades filantrópicas ou comunitárias. A pena prevista é de 4 a 14 anos de prisão, mais multa.
— Roubar essas famílias em situação de extrema pobreza é retirar todo o sonho de sobrevivência e de uma vida mais digna — defendeu Roberto Rocha.
O relator na CCJ, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), aprimorou a redação ao deixá-la genérica, sem mencionar especificamente o bolsa família, mas sim qualquer programa de transferência de renda. Avaliou ser necessário incluir nesse rol o desvio de recursos às ações de saúde, que não estava na proposta original, e retirou do texto inicial a inclusão desses desvios entre os crimes hediondos.
— O alargamento descuidado e pouco criterioso da lista de crimes classificados como hediondos jogará essa categoria no ‘lugar comum’, retirando-lhe o caráter de excepcionalidade que justifica o rigoroso regime de cumprimento de pena a que são submetidos os agentes que cometem esse tipo de delito —justificou Anastasia.
O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) chegou a apresentar voto em separado para defender a manutenção da conduta no rol de crimes hediondos, mas os parlamentares concordaram com a sugestão do relator.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)