segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Prefeito Zé Arlindo estará ou não na mira da Operação Usura II da Policia Federal?

A Polícia Federal (PF) no Maranhão indiciou, o agiota Gláucio Alencar Pontes Carvalho; o pai dele, José de Alencar Miranda Carvalho, e outros sete ex-gestores municipais por desvio de recursos públicos federais destinados às áreas da saúde da educação e principalmente da merenda escolar. Trinta e duas prefeituras no estado estão sendo investigadas por crime de agiotagem. Segundo a PF, as cifras desviadas pela organização criminosa, liderada pelo acusado de ser o mandante e financiador da morte do jornalista Décio Sá, porém, são incalculáveis. Nesta primeira parte da investigação, compreendem um período de cinco anos de apropriação indébita de verbas fornecidas pela União.

32 Prefeituras estão sendo investigadas por envolvimento com agiotas, mas em sete delas os desvios foram mais acentuados 90% dos 217 municípios do Maranhão estão sendo investigados pela Polícia Federal por desvio de recursos público.

No mês de Abril uma lista constando nomes de prefeituras e ex-gestores envolvidos com o esquema foi divulgada. A lista apontou o nome da Prefeitura de Pinheiro e do ex-gestor Zé Arlindo como um dos envolvidos com o esquema de agiotagem no Maranhão. O que todos querem saber é: Pinheiro estar ou não na relação da PF?

Desde o inicio da semana a Policia federal cumpre mandatos de Condução nos arredores da Baixada. Já foram conduzidos os ex-prefeitos dos Municípios de Zé Doca, Pedro do Rosário, Mirinzal e Turilândia.


A Operação Usura II apura o desvio de recursos públicos federais nos municípios maranhenses. A cidade de Pinheiro não está de fora das investigações e a qualquer momento o ex-gestor poderá cair nas garras da Policia Federal. É o que todos estão esperando! 

Penaldon Moreira escorraça mais um aliado de Zé Arlindo da Pinheiro FM

Nos últimos quatro anos o ex-prefeito Zé Arlindo adotou em sua administração métodos ditatórios e tratou com mão de ferro aqueles que tinham alguma ligação com Filuca Mendes, ex-prefeito na época. Arlindo fez uma triagem no quadro de funcionários do município adotando a lei do “É Ou não É”.

Hoje um dos maiores conselheiros de Arlindo na época age da mesma maneira. O ex- deputado Penaldom Jorge, agora desafeto político do ex-prefeito, faz o mesmo em seu veiculo de comunicação “Pinheiro FM”. Penaldon diz que será candidato a deputado federal fazendo cruzadinha com o suplente de deputado Luciano Genésio.Quem não reza na cartilha dele, passa pela régua.

No ultimo dia 14 o radialista Herasmo Leite participou de um encontro com lideranças políticas na residência do ex-prefeito Zé Arlindo no povoado ponta de Santana, em menos de 48 horas foi escorraçado das dependências da rádio. Tentou se justificar, voltou e foi escorraçado de novo. Penaldon Descobriu que ele estaria recebendo dinheiro no gabinete de Otelino junto com as filhas.

Agora a vitima foi o ex-gerente e testa de ferrro, do posto do ex-prefeito Arlindo, Cleiton Ferreira. O ex. gerente Cleiton apresentava nas tardes de sábado o programa “Farol do Brega”, por manter fortes ligações com Arlindo, também não passou na peneira. Agora é assim nãoleu o pau comeu.

Quem estar no lugar de Herasmo na FM é Welington, o mesmo que foi escorraçado por Penaldon e acusado de roubo na TV de Zé Doca. Pelo visto será outra vitima em pouco tempo.


Welington também é acusado em um BO registrado na Delegacia Regional, feito por seu ex. patrão Zé Genésio o acusando de ter quebrado a porta, invadido e levado vários equipamentos da sua TV Band.

Sete prefeituras eram administradas pela quadrilha do agiota Gláucio Alencar

A Polícia Federal informou ontem, dia 27, que pelo menos sete prefeituras eram administradas pelo chefão da agiotagem no Maranhão, Gláucio Alencar e o seu pai, José de Alencar Miranda Carvalho – ambos acusados de serem os mandantes da morte do jornalista Décio Sá.
Segundo a Polícia Federal, os maiores desvios da quadrilha foram nas prefeituras de Turilândia, Pedro do Rosário, Arari, Vitória do Mearim, Paulo Ramos, Serrano do Maranhão e Cajapió.
Para se ter ideia do tanto que foi furtado, somente na prefeitura de Turilândia a PF encontrou 300 guias de depósitos bancários que beneficiaram os agiotas.
A quadrilha de Gláucio agiu durante cinco anos, furtando os cofres públicos desde 2007 até 2011. Todo dinheiro que beneficiava a rede de agiotagem era para comprar merenda escolar, medicamentos e reforma de escolas.

Até o momento, a PF não divulgou quanto foi desviado pelos agiotas. “É um absurdo a gente ainda não poder mensurar os valores desviados. Praticamente boa parte dos valores rodavam na mão dessas pessoas”, disse o delegado Alexandre Lucena, superintendente em exercício da Polícia Federal.

Saiba quanto seu munícipio recebeu da União

Mais dinheiro para o Estado e os Municípios, pois foi liberada outra parcela de dinheiro da União referente a Setembro. Isso fora a parcela de hoje dia 30.
Somando os repasses da União, somente em Setembro, o Estado do Maranhão recebeu da União R$ 218.953.017,25, além de ter arrecadado R$ 400.937.458,77 com os tributos estaduais no mesmo mês.
Já os Municípios maranhenses receberam da União R$ 278.170.327,29 no mês de Setembro. Veja abaixo a parte que cada Município recebeu deste valor transferido pela União no mês de Setembro.

Santa Helena 1.717.820,64

Turilândia 1.110.225,13

Pinheiro 2.919.752,28

Governador Nunes Freire 1.370.484,26

São Bento 1.625.973,03


Turiaçu 1.841.101,43

Maranhão é o primeiro em número de investigações de desvio de dinheiro público do país

Atualmente há 700 inquéritos em curso na Superintendência da Polícia Federal, envolvendo desvio de recursos públicos no Maranhão, o que representa dizer que em 90% dos 217 municípios do estado, há algum tipo de investigações envolvendo o mau uso do dinheiro disponibilizado pelo Governo Federal, para investimentos em programas sociais e melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano.
Segundo o delegado da Polícia Federal, Luís André Lima Almeida, o número de inquéritos é maior do que em grandes metrópoles do Brasil. “Em dados absolutos o Maranhão é o campeão no número de investigações de desvio de recursos públicos. Mesmo diante de estados mais populosos e com o maior número de municípios o Maranhão sai na frente”, afirma o delegado.
A Polícia Federal, através do Grupo de Repressão ao Desvio de Recursos Público (GRDP), onde atua uma comissão formada por quatro delegados, trabalha para desarticular quadrilhas e investigar o desvio de recursos federais e também de prosseguir com operações de caráter especial como a “Cheque em Branco”, que na sexta-feira (27) cumpriu dez mandados de condução coercitiva, em que oito ex-gestores municipais, que envolve ex-prefeitos e secretários e mais dois empresários do ramo de factoring, que estariam ligados ao ramo de agiotagem, prestaram depoimentos e foram liberados. Eles são das cidades de Arari, Cajapió, Pedro do Rosário, Paulo Ramos, Serrano do Maranhão, Vitorino Freire e Turilândia.
A operação “Cheque em Branco” tem o objetivo de levar a tona e desvendar a atuação de uma organização criminosa, que atua em diversas prefeituras do estado com prática de agiotagem e empréstimos pessoais a prefeitos, que depois desviavam recursos públicos de prefeituras para o pagamento dos valores emprestados com juros exorbitantes.
Foi em razão dos modus operandi dos gestores que aturam nos período de 2007, 2008 até 2011, para pagar as dividas a quadrilha, que a operação recebeu o nome “Cheque em Branco”. De acordo com a PF, eles chegavam a entregar cheques e guias de saques de contas especificas de movimentação de recurso federal preenchidas, para que os membros da quadrilha pudessem sacar dinheiro quando e onde quisessem, “Eles entregavam a gestão do dinheiro público como forma de pagamento”, acrescenta o delegado, Luís André Lima Almeida.
Recursos para compra de merenda escolar e investimentos na saúde eram usados para o pagamento dos valores emprestados aos prefeitos e secretários, eles também fraudavam licitações de obras, que em muitos casos nem começarão a ser feitas, montagem de processo e de prestação de contas para ludibriar os órgãos de fiscalização.
A operação iniciou a partir de um trabalho de cooperação com a polícia civil, que disponibilizou volumes expressivos de documentos, que foram recolhidos na casa do empresário Gláucio Alencar Pontes Carvalho Miranda, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão da polícia civil na operação “Detonando”, que investigou o assassinato do jornalista Décio Sá, morto em um bar na Avenida Litorânea, no dia 23 de abril de 2012, em São Luís.
Foi identificado nas investigações que parte dos recursos manejados pela quadrilha, eram federais, por isso todo o material foi encaminhado ao Ministério Público Federal que passou para a PF para a instalação de inquérito. Pericias e análises de contas foram feitas com a ajuda da Controladoria Geral da União (CGU), e a polícia chegou a conclusão de que era necessária a realização de oitivas simultâneas das 10 pessoas conduzidas nesta sexta-feira (27), para que os depoimentos não fossem combinados.
Gláucio Alencar e o pai dele, José Alencar Miranda Carvalho, acusado de envolvimento na morte do jornalista e suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de agiotagem, foram ouvidos na Superintendência da Polícia Federal sobre o caso. Agora a Polícia Federal vai trabalhar nas investigações de fraudes em mais 25 municípios maranhenses.
USURA II
Na quarta-feira (25) a Polícia Federal do Maranhão e a Controladoria Geral da União deflagraram, a operação USURA II, resultante de investigações para apurar o desvio de recursos públicos federais nos municípios de Bacabal e Zé Doca.
Onde um de acordo com a PF, aproximadamente 7,5 milhões na área da Saúde de Bacabal
e 4,5 milhões na área de Saúde e no FUNDEB de Zé Doca, foram desviados. Foram expedidos 19 mandados de condução coercitiva e 10 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da 1ª Vara da Justiça Federal de São Luís, para serem executados nos municípios de São Luís, Bacabal, Pedreiras, Zé Doca e Caixas.

A operação é um desdobramento da operação USURA, deflagrada em maio de 2011, que evidenciou desvios de recursos públicos federais do município de São João do Paraíso, para o pagamento de operações de agiotagem.

Agiotas e ex-prefeitos são indiciados pela PF por desvio de verbas federais

De O Estado – A Polícia Federal (PF) no Maranhão indiciou, ontem, o agiota Gláucio Alencar Pontes Carvalho; o pai dele, José de Alencar Miranda Carvalho, e outros sete ex-gestores municipais por desvio de recursos públicos federais destinados às áreas da saúde e da educação. Trinta e duas prefeituras no estado estão sendo investigadas por crime de agiotagem. Segundo a PF, as cifras desviadas pela organização criminosa, liderada pelo acusado de ser o mandante e financiador da morte do jornalista Décio Sá, porém, são incalculáveis. Nesta primeira parte da investigação, compreendem um período de cinco anos de apropriação indébita de verbas fornecidas pela União.
Em entrevista coletiva, na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal (SRPF), na Cohama, o delegado Alexandre Lucena, superintendente interino da corporação, informou que a conclusão da participação do indiciado no esquema de agiotagem – denunciado pelo blogueiro 23 dias antes de seu assassinato, em abril de 2012 – se deu com mais evidência em sete prefeituras, cujos ex-gestores foram conduzidos e interrogados ontem. Na lista, estão os ex-administradores dos municípios de Arari, Cajapió, Paulo Ramos, Pedro do Rosário, Serrano do Maranhão, Turilândia e Vitória do Mearim, que foram alvo da Operação Cheque em Branco, realizada ontem.
“Foi denominada assim a ação policial, justamente porque as pessoas que formavam esta rede de agiotagem ficavam, de fato, com talonários de cheques em branco, porém assinados e entregues pelos gestores, que geralmente acumulavam dívidas com a organização criminosa por financiamento de campanhas eleitorais. Em algumas prefeituras citadas, chegamos a recolher mais de 300 documentos como estes, que autorizavam a quadrilha a realizar saques de recursos destinados à compra de merenda escolar e medicamentos”, afirmou Alexandre Lucena.
Segundo ainda o que foi constatado na operação, a impossibilidade de calcular o montante desviado por Gláucio Carvalho e seu pai é algo inédito na conclusão de inquéritos desta categoria de crimes apurados pela PF no Maranhão, já que a apropriação indevida da verba pública federal se deu entre os anos de 2007 e 2011. “Literalmente, todo o dinheiro destinado pelo Governo Federal nesse período ficou à disposição da quadrilha, que fazia uma verdadeira sangria nos cofres públicos, contando com apoio político, jurídico e armado”, revelou o superintendente.
Detonando – Na apresentação do resultado da Operação Cheque em Branco, também realizada pelos delegados Rodrigo Motta, Rodrigo Corrêa e Luis André Almeida, este último coordenador da ação, por meio do Grupo de Repressão a Desvio de Recursos Públicos (GRDRP) da PF, o grupo especializado federal lembrou que o sucesso da investigação se deve ao trabalho da Polícia Civil do Maranhão. Boa parte do material analisado foi apreendida durante a Operação Detonando, que apurou a motivação da morte do jornalista Décio Sá.
“Após seis meses de investigação, analisando a documentação apreendida pela polícia judiciária do estado, nos deparamos com a evidência de que, de fato, esta quadrilha tirava dinheiro que seria para reformar e construir escolas públicas, comprar merenda escolar, medicamentos e material de uso hospitalar. Enfim, com os cheques em branco a organização criminosa se apossava dessas verbas públicas, enriquecia de forma desenfreada e contribuía para que o estado se mantivesse entre os com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)”, lembrou Almeida.
A Polícia Federal informou que 10 pessoas foram conduzidas ontem para prestar depoimento e ser indiciadas pelo desvio de recursos públicos, entre elas os sete ex-prefeitos dos respectivos municípios citados e investigados na operação, além de ex-secretários municipais e empresários. Entre os envolvidos na agiotagem comprovada pelos agentes federais, apenas Gláucio Carvalho e o pai dele, José de Alencar Miranda Carvalho, de 73 anos, também preso no inquérito relativo ao assassinato de Décio Sá, continuam presos por ordem da Justiça do Maranhão.
Usura II – Esta foi a segunda ação da Polícia Federal realizada no interior do Maranhão em combate aos crimes de agiotagem, em menos de 48 horas. Na manhã de quarta-feira (25), resultados da Operação Usura II apresentaram desvios de R$ 12 milhões; R$ 7,5 milhões de verbas da Saúde repassadas ao município de Bacabal e R$ 4,5 milhões, referentes a repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Fundo de Desenvolvimento da Educação e Valorização do Magistério (Fundeb), na cidade de Zé Doca, desde 2008.
Na ação dos agentes federais, coordenada pelo delegado Mário Fanton, com apoio da Controladoria Geral da União (CGU) foram cumpridos 19 mandados de condução coercitiva, entre eles um em desfavor do agiota Josival Cavalcanti da Silva, conhecido como Pacovan, e outros 10 mandados de busca e apreensão nos referidos municípios. Todos foram ouvidos na sede da Polícia Federal do Maranhão, na Cohama.
Mais
32 Prefeituras estão sendo investigadas por envolvimento com agiotas, mas em sete delas os desvios foram mais acentuados
90% dos 217 municípios do Maranhão estão sendo investigados pela Polícia Federal por desvio de recursos público
Entenda o caso
Décio Sá foi assassinado na noite de 23 de abril de 2012, no Bar e Restaurante Estrela do Mar, situado na Avenida Litorânea, em São Luís. O jornalista aguardava amigos para um jantar, sentado a uma mesa, quando o autor do crime desceu da garupa de uma motocicleta, se aproximou e disparou seis tiros de pistola calibre ponto 40 mm. Três tiros atingiram a cabeça do jornalista e outros dois a região dorsal. Conforme apurou a Polícia Civil, Décio Sá foi morto porque foi o primeiro a denunciar, em sua página na internet (blogdodecio.com.br), que o assassinato do empresário Fábio dos Santos Brasil Filho, o Fábio Brasil, de 33 anos – executado com três tiros na cabeça, no dia 31 de março, na cidade de Teresina, no estado do Piauí -, havia sido encomendado por um grupo de agiotas estabelecido no Maranhão.
Mais

Os quatro delegados que integram o Grupo de Repressão a Desvio de Recursos Públicos (GRDRP) da PF informaram que o Maranhão tem 700 inquéritos em aberto sobre crimes de desvio de verbas públicas federais. O total de procedimentos instaurados em curso, para se ter ideia, representa investigações em 90% dos 217 municípios do estado, com indícios ou provas de atuação de grupos de agiotas. Pelas evidências da prática criminosa, os ex-gestores conduzidos responderão por peculato (crime de má gestão administrativa, praticado por funcionário público) e todos por formação de quadrilha. O inquérito segue ao Ministério Público Federal (MPF).

FALTA DE AMBULÂNCIA OBRIGA HOSPITAL A TRANSPORTAR ACIDENTADO EM CARROCERIA DE L200 PARA A SANTA CASA DE CURURUPU

No final da tarde de sábado (28), por volta das 18:00 horas, José Antônio Lázaro Louzeiro, de 27 anos, residente no povoado Carapirá, sofreu acidente de moto na estrada que liga o povoado Santo Antônio ao Jandiritiua. José Antônio foi levado por populares para o hospital municipal com fratura exposta no fêmur. O médico de plantão Dr. Wilson Carvalho atendeu o paciente e logo encaminhou para a Santa Casa de Cururupu. A direção do hospital não tendo outra opção, fez a transferência do jovem na carroceria de uma L200. O paciente foi colocado em cima de uma porta de madeira para poder ser transportado. A falta de ambulância na cidade revolta a população vimarense.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

POLÍCIA CUMPRE MANDADO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE EM TURILÂNDIA

A polícia Militar e o Grupo de Operações Ospeciais, Goe cumprem um mandado de reintegração de posse em Turilândia. Segundo informação de populares, nos últimos dias, pessoas teriam invadido terrenos que pertencem a prefeitura e outros empresários da cidade. Abaixo algumas fotos da ação extraídas do Facebook.



PF caça prefeitos que desviaram recursos federais em 32 Prefeituras do Maranhão.A PF estaria procurando Curió, Adailton, Chico da Cerâmica, Leocádio de Serrano e os outros.......



Até agora, foram apresentadas provas concretas dos desvios de dinheiro público em sete municípios. Gláucio Alencar e o pai dele, José Miranda, prestaram depoimento.
Está constatado que houve desvio de recursos federais em 32 Prefeituras Maranhenses, comandados pela quadrilha de agiotas no Estado. Os dados são da Superintendencia da Polícia Federal no Maranhão.
A Operação Cheque em Branco, que investiga a atuação de agiotas no Estado, mostram que o grupo de agiotas chefiado por Gláucio Alencar e seu pai, José Alencar Miranda, liderava o desvio de verba que iria, principalmente, para a merenda escolar.
Ainda, segundo dados da PF, em 90% das prefeituras do Estado existem indícios de desvio de recursos públicos. Até agora, foram apresentadas provas dos desvios de dinheiro de sete dos 32 municípios investigados: Arari, Serrano do Maranhão, Pedro do Rosário, Paulo Ramos, Cajapió, Vitória do Mearim e Turilândia. Existem, atualmente, na Polícia Federal, pelo menos, 700 inquéritos de investigação de desvio de dinheiro público.
Em entrevista o superintendente em exercício da Regional da Polícia Federal no Maranhão, Alexandre Lucena, afirma que a morte do jornalista Décio Sá foi resultado dos grupos de agiotas no Estado.
Depoimento
Na manhã desta sexta, os empresários Gláucio Alencar e José de Alencar Miranda prestaram depoimento na sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís.
Assassinato
Gláucio Alencar e José Alencar Miranda estão presos, em São Luís, suspeitos de serem lideres de uma quadrilha de agiotas que também estaria envolvida na morte do jornalista Décio Sá, em abril do ano passado. O jornalista foi executado a tiros em um bar, na Avenida Litorânea, após denunciar a morte do empresário Fábio Brasil, em Teresina. Fábio Brasil estaria devendo a quadrilha de agiotas e foi executado em via pública na capital do Piauí.
Usura II
A Operação Usura II foi deflagrada no último dia 25, pelo Departamento de Polícia Federal em conjunto com a Controladoria Geral da União – CGU, para apurar o desvio de recursos públicos federais nos municípios maranhenses de Bacabal e Zé Doca. Foram cumpridos 19 mandados de condução coercitiva e dez mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da 1ª Vara da Justiça Federal de São Luís, para serem executados nos municípios maranhenses de São Luís, Bacabal, Pedreiras, Zé Doca e Caixas.
A Operação é um desdobramento da Operação Usura, deflagrada em maio/2011, que evidenciou desvios de recursos públicos federais do município de São João do Paraíso/MA, para o pagamento de ações de agiotagem.
Trata-se de uma fase da investigação onde se tenta obter declarações de pessoas envolvidas na investigação e a busca de documentos pertinentes às provas já obtidas.
A operação contou com a participação de 70 policiais e 11 servidores da CGU.


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

NÍVEL DO MAR VAI SUBIR QUASE UM METRO, ADVERTE RELATÓRIO DA ONU

A versão preliminar do Quinto Relatório do IPCC (painel do clima, da ONU), o nível do mar pode chegar a cerca de um metro de altura nos próximos 100 anos. As projeções da mudança climática não são relacionadas ao aumento da temperatura, mas sim do nível do mar. O aumento do nível do mar em quase um metro afetaria áreas habitadas por algumas dezenas de milhares de pessoas, com o maior aumento a ser registrado em regiões próximas à linha do Equador. Em Guimarães já se começam a sentir os efeitos da subida do nível no mar na praia de Guajerutiua, na praia de Araoca, onde o mar já chega ao muro de residências, e na Ponta do Aterro, na sede, onde várias casas já são atingidas pelas maiores marés.

A NOVELA DA BAND CHEGOU AO FIM

O programa “Canal Livre”, produzido pela assessoria de comunicação da prefeitura de Santa Helena, foi interrompido e encerrado antes do horário previsto. Segundo informações de funcionários da emissora, o próprio prefeito Lobato teria ligado para a produção, com o programa em andamento, dando ordem para encerrar o programa imediatamente. Lobato ainda teria chamado a equipe de incompetente e se lamentado que não existe ninguém capaz de defende-lo dos fatos noticiados pela oposição.
Lobato teria quitado as contas de energia que estavam em atraso, o que levou a suspensão do fornecimento durante algumas horas na semana passada. Mas, não quer mais usar o canal porque não aceita a proposta do ex-deputado e dono da emissora, Penaldon Jorge. Dizendo ainda, que o ex-deputado queria extorqui-lo. E assim, chega ao fim mais um episódio da novela O Doutorzão, o prefeito trapalhão!

Pacientes de Bequimão participam de segunda etapa do mutirão da catarata. Jornal O Estado repercute a ação

O segundo grupo de idosos selecionados para fazer cirurgia no “Mutirão da Catarata e do Glaucoma” esteve ontem (17) no Cento de Olhos São Luís, em atendimento reservado apenas para pacientes de Bequimão. O prefeito Zé Martins e o secretário municipal de Saúde, Bastico Moraes, acompanharam o grupo.
Nesta etapa do mutirão, participaram 35 idosos vindos de várias comunidades bequimãoenses. O morador do povoado Quindíua, Antônio Pinheiro Vale, de 66 anos, perdeu um lado da visão quando um cipó o atingiu, aos 35 anos, enquanto trabalhava na roça. Agora, ele luta para preservar o outro lado. “Surgiu essa campanha do mutirão e eu vim ver o que o médico tem a me dizer. Tá sendo muito boa essa oportunidade”, disse.
Em conversa com a coordenadora do Mutirão da Catarata e Glaucoma, Ana Lourdes de Silva Lima, o secretário de Saúde, Bastico Moraes, apresentou a demanda que está surgindo no município, depois que outros idosos viram o sucesso das cirurgias. A proposta é que aconteça mais uma etapa de triagem em Bequimão. “A saúde dos olhos é fundamental para o bem estar das pessoas, por isso vamos continuar buscando parcerias para beneficiar o nosso povo com esse atendimento”, afirmou o secretário.
A intenção do prefeito Zé Martins é que as próximas cirurgias já sejam realizadas no Centro Cirúrgico da Unidade Mista de Bequimão, previsto para ser reaberto no mês de outubro, depois de quatro anos interditado.
“Continuo a reafirmar que a saúde é nossa prioridade, como foi prometido em campanha. Mas não dá para fazer tudo de uma só vez, por causa do estado em que encontramos o sistema de saúde do nosso município. Aos poucos, estamos avançando na reestruturação das equipes de profissionais e dando as condições para que possam trabalhar”, ressaltou Zé Martins.





Prefeitura realiza ações de saúde, cultura e lazer na Semana do Idoso

Os cuidados com a saúde, a necessidade de atividades de lazer e os direitos de quem chegou à melhor idade são os pontos principais da Semana do Idoso, que está sendo promovida pela Prefeitura de Bequimão, de hoje (25) a domingo (29). Na abertura, realizada na Associação da Melhor Idade, no Centro do município, foram feitos testes de glicemia capilar, aferição da pressão arterial e um café da manhã comunitário.
Depois de fazer os testes de saúde, dona Mercês, 93 anos, foi a primeira a receber o Estatuto do Idoso, distribuído para que as pessoas do município conheçam melhor os direitos daqueles que já passaram dos 60 anos. Emocionada com a homenagem, ela foi escolhida por ser a idosa com maior idade no evento.
O senhor Tomás de Aquino Rodrigues, 72 anos, ainda tem disposição para o trabalho diário na lavoura. Ele estava satisfeito porque sua pressão arterial e a glicemia estavam normais. “Tô me agradando de tudo. Chamaram os idosos aqui pra dar uma cuidada neles (s)”, disse o idoso.
Para a dona Roberta Araújo Costa, 82 anos, o momento mais aguardado da programação é a caminhada que vai acontecer no dia 28. “Estou aqui aprendendo muita coisa. No sábado, todo mundo vai pra praça pular, dançar. É mais uma diversão pra gente”, garantiu a idosa, que disse ocupar sempre o tempo dela indo à igreja ou saindo para conversar com uma amiga.
Programação
A Semana do Idoso, em Bequimão, será itinerante. Na quinta-feira (26), os profissionais da saúde estarão no povoado Jurareitá. Serão feitos, também, serviços de corte de cabelo, beleza facial, manicure e palestras sobre alimentação saudável e cidadania. A mesma programação vai se repetir no bairro Cidade Nova (Sede do CRAS), na sexta-feira (27), e no povoado Ariquipá, no domingo (29).
No sábado, o prefeito Zé Martins participa de uma caminhada, que sairá da praça Dois de Novembro, no Centro, até a Associação da Melhor idade, onde acontecerão outras atividades recreativas. “Antigamente, os idosos perdiam espaço na família e eram postos no fundo do quintal. Agora, queremos mostrar que eles podem estar na frente, fazendo parte do projeto familiar”, destacou a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, uma das coordenadoras do evento.
Estavam presentes na abertura da semana, a secretária de Assistência Social, Maria Neide dos Santos Rodrigues; o secretário de Segurança, Cassiano Abreu Ferreira, e o secretário de Esporte, Kell Pereira. Apoiam a Semana do Idoso a Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Administração, Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializada da Assistência Social (CREAS)
Melhor Idade

A Associação da Melhor Idade de Bequimão é coordenada por dona Lourdes Martins (dona Dilu). Lá, os idosos aprendem a fazer artesanato, organizam manifestações culturais durante o carnaval e o São João, participam de palestras, entre outras ações. O importante, no grupo, é viver o lema “Envelhecer é saber viver”. “Espero que esta semana desperte a vontade de mais pessoas participarem”, afirmou dona Dilu.

Primeira parte dos diques da baixada maranhense já estão licitados

Agora é para valer a obra dos 71,2 Km. De extensão em uma área de 1478 quilômetros quadrados, compreendendo os municípios de Viana, Matinha, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, São Bento e Bacuri. O Secretário de Agricultura Pecuária e Abastecimento (SAGRIMA) Cláudio Azevedo acompanhado de deputados da Bancada Federal, dentre eles Chiquinho Escórcio e o Superintendente da CODEVASF: João Martins acompanharam na última terça feira (10), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do Parnaíba e São Francisco ( CODEVASF), em Brasília, onde aconteceu a licitação para a obra da primeira parte dos diques da baixada maranhense, obra há muito esperada pela população daquela região maranhense.
De acordo com o secretário Cláudio Azevedo, que acompanhou a licitação, trata-se de um projeto fundamental para a garantia do desenvolvimento da baixada, para sua viabilidade socioambiental e econômica, sem essa intervenção, disse Claudio Azevedo “os Campos da Baixada poderão ser extintos com o avanço do oceano e com a salinização das aguas.
Os diques que estão orçados em R$ 100 milhões, e o tem um prazo de 24 meses para a sua execução, vão garantir perenizarão das aguas na baixada, propiciando assim mais oportunidades para os homens daquela região, além da pesca por mais tempo, essas pessoas vão poder criar seus animais, livrando-se assim do grande castigo da seca.
As empresas vencedoras da licitação, segundo informação da própria SAGRIMA foram: Engeplus do Rio Grande do Sul, em consorcio com a Proenge do Maranhão.



quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Seir prove atividades nos municípios de Serrano do Maranhão e Bacuri

A equipe da Secretaria de Estado da Igualdade Racial (Seir) realizou atividades de sensibilização e mobilização para implementação da política de promoção da Igualdade Racial nos municípios de Serrano do Maranhão e Bacuri, no período de 17 a 20 de setembro.
Participam a secretária-adjunta da Igualdade Racial, Benigna Almeida; a gestora de Comunidades Tradicionais, Alexandra Karina Lindoso; e os assessores Hesaú Rômulo Pinto e Marilton Avelar. Durante as visitas a equipe visitou sedes das prefeituras, secretarias de Assistência Social, Educação, Cultura, entre outras.
A secretária-adjunta, Benigna Almeida, falou do trabalho da Seir e apresentou o Projeto Fortalecimento da Política de Promoção da Igualdade Racial que está sendo executado em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).
Benigna Almeida ressaltou a importância da adesão dos municípios ao projeto. “Nós tivemos oportunidade de realizar esse momento inicial de sensibilização com os gestores municipais para que conheçam mais sobre a política de promoção da igualdade racial e assim desenvolvam ações concretas de enfrentamento ao racismo e às desigualdades sociais”. 
Serrano do Maranhão
A equipe visitou o município de Serrano do Maranhão nos dias 17 e 18 de setembro. No primeiro dia, além das visitas aos gestores municipais, foram realizadas visitas às comunidades quilombolas de Rosário, Mocal, Portinho, Cabanil, Vista Alegre, Águas Mortas, Boa Esperança II e Arapiranga, quando os quilombolas foram mobilizados para participar da reunião ampliada sobre a política da igualdade racial e da oficina com a temática “Identidade Étnico Racial para o fortalecimento do protagonismo”.
No dia 18 aconteceu a reunião ampliada com a presença da Chefe de Gabinete da Prefeitura, Ana Vilma Diniz, e ainda de secretários municipais, técnicos, agentes de saúde, professores, vereadores e lideranças comunitárias. Os participantes foram convidados a refletirem sobre o racismo e tiveram a oportunidade de discutir sobre a implementação da política de igualdade racial no município. À tarde, foi realizada reunião técnica com gestores das secretarias municipais de Saúde, Educação, Cultura, Assistência Social e Meio Ambiente e assessores, para discutir as ações que estão sendo realizadas com foco nos grupos étnico-raciais.
Após a discussão inicial, os participantes elaboraram algumas propostas de ação, entre elas, a identificação dos grupos étnico-raciais que existem no município, a formação de gestores, professores e lideranças comunitárias sobre temas relativos à política de igualdade racial e desenvolvimento de ações conjuntas entre as secretarias municipais, com base nos princípios da transversalidade e intersetorialidade.
“A política de igualdade racial é transversal, ela perpassa pelas demais políticas públicas para ser efetivada, daí a importância de executar ações em parceria com os demais órgãos municiais, além da gestão de Igualdade Racial, que na maioria dos casos está vinculada à Assistência Social”, explicou Benigna Almeida.
Também à tarde foi realizada oficina com a temática “Identidade Étnico Racial para o fortalecimento do protagonismo” envolvendo 35 lideranças quilombolas representando 13 comunidades da região.
Bacuri
Em Bacuri, o primeiro dia de trabalho foi dedicado à sensibilização e mobilização dos gestores municipais. No período da manhã foram realizadas visitas à prefeitura e em seguida às secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Agricultura e Pesca, Cultura Turismo e Juventude e à Câmara dos Vereadores, para convidar os gestores para participar da reunião ampliada sobre a política de promoção da igualdade racial.
À tarde, foi realizada reunião técnica com gestores municipais, técnicos e vereadores, dando ênfase ao assessoramento do planejamento de ações voltadas para os grupos étnico-raciais do município.
Finalizando a programação em Bacuri, foi realizada no dia 20, a reunião ampliada com a participação de secretários, técnicos, professores, vereadores, conselheiros, comunicadores e lideranças comunitárias.
Na oportunidade foi apresentado o Projeto de Fortalecimento da Política de Promoção da Igualdade Racial e realizada reflexão sobre a política de igualdade racial no município. Paralelamente, foram realizadas visitas às comunidades quilombolas Santa Rosa, Ponta Seca e Vila Nova, onde os assessores Hesaú Rômulo Pinto e Marilton Avelar realizaram a oficina “Identidade Étnico Racial para o fortalecimento do protagonismo”.


CNJ aposenta desembargador e afasta juiz no Maranhão

Em decisão compulsória o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu aposentar o desembargador maranhense Megbel Abdala, na tarde desta segunda-feira (23).
Abdala tem 64 anos e foi eleito por unanimidade após 26 anos de exercício do cargo na magistratura de 1º grau.
A decisão foi tomada após serem constatadas irregularidades cometidas pelo magistrado do Tribunal de Justiça do Maranhão ao responder pela4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís.
O Conselho Nacional de Justiça realizou buscas em maio deste ano na referida Vara de depois de colher informações baseadas no bloqueio de altas somas em dinheiro.
Na ocasião foi condenado também pelo CNJ à aposentadoria compulsória o juiz Abrahão Lincoln Sauáia, pela terceira vez.
Na mesma data o juiz José Raimundo Sampaio Silva, titular do 13º Juizado Especial Cível de São Luís, foi afastado do cargo até que o CNJ apure suposto abuso do direito de defesa praticado pelo magistrado.
Em cinco processos analisados pelo ministro Francisco Falcão, relator da matéria, foi identificado o aumento dos valores de multas diárias pode ter ocasionado enriquecimento indevidos de uma das partes.

MPF propõe ação de improbidade contra ex-prefeito de Serrano do Maranhão

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) moveu ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Serrano do Maranhão, Leocádio Olimpio Rodrigues, por irregularidades na aplicação de recursos, no valor de R$ 105.503,05, de um convênio firmado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), cujo objetivo era a construção de um sistema de abastecimento de água no município.
Leocádio Olimpio Rodrigues apresentou prestação de contas parcial correspondente a R$ 83.305,69 dos recursos repassados, porém, conforme parecer técnico parcial emitido pela Funasa houve a aprovação do valor correspondente a R$ 65.050,82 dos recursos. Desse modo, o parecer financeiro recomendou a desaprovação de R$ 37.333,58, devendo ser instaurada a tomada de contas especial, e, também, a inscrição desse valor no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi).

Na ação proposta, o MPF requer a condenação do ex-prefeito nas penas da Lei de Improbidade administrativa, que incluem perda do cargo público, suspensão dos direitos políticos e multa, e, ainda, solicita o ressarcimento integral dos danos causados ao erário, no valor de R$ 37.333,58.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Concurso anulado de Palmeirândia já tem novas datas para realização

O Concursos de palmeirandia que foi anulado depois de muita confusão e desorganização da empresa Lavouro Social, no último domingo dia 22, já foi remarcado pela comissão de concursos da prefeitura municipal. A nova data será nos próximos dias 19 e 20 de Outubro.
O concurso de palmeirândia oferece 279 vagas e teve ummnumero recorde de inscritos. Passaram de cinco mil candidatos inscritos, logo depois do tumulto acontecido na cidade no ultimo domingo, o prefeito Nilson Garcia disse que não existe nenhuma responsabilidade do poder público municipal em relação ao ocorrido, e que a empresa foi contratada e paga para realizar o concurso, e que o cancelamento era de total responsabilidade da empresa e que o município acionaria na justiça por qualquer dano ao patrimônio público e aos candidatos inscritos.

Na tarde de ontem 23, a prefeitura de Palmeirândia, por meio do Presidente da comissão de Concurso Nilson Santos Garcia, remarcou para os dias 19 e 20 de outubro de 2013, as provas do concurso suspensas no último domingo (22/09), por tumulto generalizado. Nilson Garcia garantiu a realização das provas nas novas datas, confira a baixo a nota publicada hoje pela prefeitura de Palmeirândia.

Confirmado: Deputado Victor procura novo partido e deve deixar o PV

O deputado licenciado e secretário de Meio-Ambiente do Maranhão, Victor Mendes deve deixar o PV. Os motivos não foram anunciados, mas, a saída será amigável, mas Victor Mendes ainda não confirmou por qual legenda disputará uma vaga na Câmara Federal. Ele tem conversado com colegas e pessoas que tem lhe procurado para ingressar em nova legenda.

Victor Mendes, que tem feito um excelente trabalho na SEMA, além de ser filho do prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes, hoje a maior liderança da baixada maranhense. Victor Mendes, portanto, é um fortíssimo candidato a deputado federal. E com certeza será o representante da Região da Baixada na Câmara Federal. Muitas conversas estão acontecendo com prefeitos e lideranças da Baixada e do Maranhão. O desejo do secretário era poder sair da baixada eleito que lhe garantiria, mais liberdade, para conseguir recursos direcionado somente para nossa região. Sabendo ser impossível, Victor Buscará aliados em todo Maranhão. Disse.

Casa de rakem Prefeito de Alcântara foi assaltada do ultimodomingo em São Luis

Na noite de domingo (22) quatro homens invadiram a casa do prefeito de Alcântara, Domingos Araken (PT). Em São Luis, onde ele mora.

O prefeito estava com a esposa, os bandidos imobilizaram as vítimas. O bando conseguiu fugir com um veículo, um celular, um tablet e um cordão de ouro.

A polícia prendeu duas pessoas suspeitas de envolvimento no assalto à casa do prefeito de Alcântara, Domingos Araken (PT) e, também, já identificou os autores do crime, em que é citado um homem, identificado como Ceará.

O veículo, marca Voyage também foi localizado na Praia do Boqueirão, em São Luís, com os quatro celulares roubados. De acordo com a polícia, a mulher do Ceará foi quem articulou o assalto. Casas de prefeitos que moram em São Luis viraram alvo de assaltantes.

Megaoperação da Polícia Civil resulta na prisão 16 pessoas em Mirinzal

Uma megaoperação deflagrada, na manhã desta sexta-feira (20), pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) em conjunto com as delegacias regionais de Rosário, Itapecuru-Mirim, Pinheiro e equipes do Grupo Tático Aéreo (GTA), deu cumprimento a 13 mandados de busca e apreensão na cidade de Mirinzal. As ações tinham o intuito de combater o tráfico de drogas e apreender armas. Ao todo, foram presas 16 pessoas.
Estão detidas Eliomar Macedo de Lima, conhecido como “pitoco”, 19 anos; Joenildo Barbosa Pestana, o “canhoto”, 25; José Luis Martins da Silva, 54; Lorenilse de Jesus Silva, 34; Josenilso Piedade Ferreira, 29; Valdeney Reis, 46; Aderaldo Rodrigues da Silva, o “Naldinho”, 35; Ronildo dos Santos Silva, conhecido como “zizigueira”, 26; Rosenilde Santos Silva, conhecida como “poliana”, 20; Cleiton Jorge Silva Santos, também de 20 anos; Daniela Ferreira Viana, 30 anos; Daniel Ferreira Viana, 28; José Paulo Dias Viana Junior, 25; Josélia Pestana Barbosa; Elias Pestana Rodrigues; Carlos Jorge de Melo e Cleiton Kelvis Pestana Reis.
Segundo levantamentos da SPCI, José Luis Martins da Silva é foragido do estado do Espírito Santo. Ele responde a um processo em Cachoeiro do Itapemirim por estelionato e já é sentenciado por homicídio.
“Estamos deflagrando diversas ações para combater o avanço do tráfico de drogas no interior. Nesta semana cumprimos 26 mandados em Açailândia e estamos planejando outras ações desta natureza em diversas regiões do estado, conforme determinação do secretário e da delegada geral”, destacou o superintendente de Polícia Civil do Interior, delegado Jair de Lima Paiva.
Ainda de acordo com o superintendente, de posse das denúncias do tráfico de drogas na região, a polícia solicitou junto a Justiça os mandados de prisão. “Continuaremos com a inteligência da Polícia Civil identificando outros pontos de tráfico. A população deve continuar sendo uma parceria da polícia na denúncia de crimes”,completou o delegado Jair de Lima.
Com a quadrilha foram apreendidos cerca de 1 kg de maconha, 110 pedras de crack, uma balança de precisão, três revólveres, sendo duas espingardas calibre 16 e um revólver calibre 32 e, ainda, 10 aparelhos celulares e a quantia de R$ 4 mil. Todas as prisões foram efetuadas no bairro Santo Antônio, naquele município.
Os integrantes da quadrilha foram conduzidos à delegacia e autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de entorpecentes. Joenildo e Josenilso foram autuados também por porte ilegal de arma de fogo.
Os flagrantes foram lavrados pelos delegados George Antônio Silveira Marques, César Carlos Costa Veloso e Jorge Antônio Silva Santos. As mulheres estão custodiadas na Regional de Pinheiro e os homens na Regional de Viana e na delegacia da cidade de Mirinzal

Sebrae capacita novos Agentes de Desenvolvimento da Baixada Maranhense

Dezoito Agentes de Desenvolvimento Local (ADLs) de oito municípios da região da Baixada Maranhense estão recebendo capacitação e treinamento através do Curso de Formação de Agentes de Desenvolvimento, realizado no auditório da Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro durante toda esta semana 23 a 27, fazendo parte do projeto Sebrae Maranhão no Território da Cidadania.
Num total de 40 horas de treinamento, ADLs dos municípios de Pinheiro, Peri Mirim, Cedral, Alcântara, Cururupú, Serrano do Maranhão e São João Batista, se preparam para articular ações públicas para promoção do desenvolvimento regional e territorial, mediante ações locais ou comunitárias, individuais ou coletivas, que visem ao cumprimento das disposições e diretrizes contidas na Lei Complementar 128/2008, mais conhecida como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.
O Curso de Formação de Agentes de Desenvolvimento está sendo ministrado pelo facilitador Albérico de Castro Barros, consultor do Sebrae , que considera a turma participativa e focada na busca de ações que venham desenvolver seus municípios.
A nomeação e formação de ADLs é um dos passos obrigatórios para implementação da Lei Geral nos municípios, favorecendo a desburocratização no processo de abertura de empresas, compras governamentais, dentre outras ações.
A Baixada Ocidental Maranhense tem hoje 50 Agentes de desenvolvimento atuado na região. Todos receberam a capacitação do Sebrae somente este ano/2013