domingo, 30 de junho de 2019

O Real e o Cruzado


Por José Sarney
Celebramos no dia 1º de julho o 25 anos do Real, a moeda criada pelo bem-sucedido plano para baixar a inflação brasileira a níveis que permitem aos agentes econômicos a previsibilidade orçamentária, pilar da economia de mercado.
Quando, em 1985, assumi a presidência da República, herdei uma forte inflação, provocada, em grande parte, pela combinação de preços do petróleo, descontrole da dívida externa e conjuntura das taxas internacionais Libor e prime rate — que se mantiveram muito altas no meu governo, chegando a 9,3 e 10,9 (naqueles anos, descontada a inflação, as taxas chegaram a ser negativas para o mundo industrial).
A solução do FMI era a recessão econômica, que tinha um preço social impagável, a refletir-se, sobretudo, no nível de emprego. Nada se compara à angústia de quem não pode suprir as necessidades de sua família e, tendo disposição para trabalhar, não encontra oportunidade — e volto a lembrar o drama dos 42 milhões de trabalhadores que hoje ou estão procurando emprego sem encontrar ou desistiram de procurar ou trabalham no mercado informal sem qualquer garantia e, impossibilitados de contribuir para a Previdência, veem o anúncio de sua falência.
Não aceitei este caminho. Com João Sayad, resolvemos examinar o caminho heterodoxo de Israel. Para lá enviamos Pérsio Arida, e ele, com André Lara Resende e Francisco Lopes, formulou o esboço do que seria o Plano Cruzado.
Quando me expuseram o plano, disseram ter dúvidas que algum presidente tivesse coragem de decretar congelamento de preços. Eu tive a coragem de adotar todo o Plano Cruzado, inclusive os ajustes salariais que pensavam necessários para enfrentar o lado recessivo do plano.
O plano introduziu no País a participação da sociedade na vida pública, que começou com os “fiscais do Sarney“. O crescimento econômico foi de 119% naqueles cinco anos, só igualado no governo Lula. A inflação, que só atingiu o pico depois do meu governo, era compensada pela correção monetária, de modo que, para os assalariados, o efeito inflacionário era muito menor. O desemprego atingiu a menor taxa de nossa História, e os trabalhadores tiveram, finalmente, acesso à sociedade de consumo.
A mesma equipe fez o Plano Cruzado e o Plano Real, valendo-se da experiência do primeiro para acertar no segundo. A coragem de fazer o Plano Cruzado, primeira experiência de solução heterodoxa da inflação, permitiu o Real. Parabéns a Fernando Henrique, a cuja persistência deve-se o sucesso do Plano Real, e a Itamar, que o viabilizou.

sábado, 29 de junho de 2019

Laboratório Cedro prestigia cultura de Palmeirândia com o Boi Unidos

O Laboratório Cedro, o maior Laboratório do Maranhão, há trinta anos cuidando da Saúde dos maranhenses, fez realizar mais uma vez o já tradicional Araiá.

Demostrando o carinho que tem pela terra do seu esposo o Líder Político e pré candidato a prefeito da sua terra, Wellington Muniz, a Diretora e uma das proprietária do Laboratório, Samira e sua família, fizeram questão da participação do Bumba Meu Boi, Unidos de Palmeirândia, que segundo os comentários arrasou na sua apresentação.

Além da presença dos convidados, autoridades e lideranças políticas, muitos palmeirenses, como Eliberto e esposa, Danilo e esposa e outros filhos da terra foram prestigiar o evento e o Boi Unidos de Palmeirândia.

Para Wellington Muniz presente no evento e responsável pelo excelente registro fotográfico, a cultura de Palmeirândia e as tradições culturais do município, terá apoio total do seu governo. Wellington Agradeceu a presença dos conterrâneos e elogiou a beleza e a apresentação do Boi Unidos de Palmeirândia.









quinta-feira, 27 de junho de 2019

Natalino Salgado vence a eleição da UFMA pela terceira vez


O professor Natalino Salgado venceu pela terceira vez a eleição de reitor da Universidade Federal do Maranhão. O médico obteve quase 60% dos votos gerais, vencendo entre todos os segmentos: professores, técnicos e alunos.
Natalino Salgado já foi reitor da Universidade Federal do Maranhão entre os anos de 2007 e 2015, transformando a instituição em uma das maiores do país, sediando grandes eventos como a SBPC e outros.
O reitor eleito da UFMA voltará ao cargo em um contexto completamente diferente, uma vez que a instituição vive uma crise por conta da atual gestão que instalou o caos na instituição.
Natalino desbancou João de Deus, candidato da reitora Nair Portela; Ridvan e Welbson Madeira, este último contou com o apoio da Apruma.
A posse de Natalino enquanto reitor deve ocorrer em novembro desse ano.

Marco Aurélio D'Eça

Articulado no Maranhão por aliados dos dois líderes políticos, com aval do PCdoB nacional, encontro histórico deve mudar a relação dos dois grupos políticos em todos os seus aspectos


POLÍTICA NO MARANHÃO VAI MUDAR APÓS ENCONTRO DE FLÁVIO DINO E JOSÉ SARNEY, com repercussão direta em 2022
Há alguns personagens que, por enquanto, devem-se manter incógnitos na articulação que levou o governador Flávio Dino (PCdoB) a ir a Brasília ter com o ex-presidente José Sarney (MDB).
Mas foram estas figuras – que se encontram desde o início de 2019 na busca deste encontro – as responsáveis por reunir numa mesma mesa os dois líderes que, até então, eram adversários políticos nacionalmente – e dificilmente continuarão a sê-los.
Na reunião com o ex-presidente – presenciada pelos ex-ministros Sarney Filho (PV) e Orlando Silva (PCdoB) – o governador tratou sobre os riscos por trás da federalização do Porto do Itaqui, a Privatização dos Lençóis Maranhenses e o aluguel da Base de Alcântara.
E também sobre questões políticas e eleitorais.
O resultado das questões políticas discutidas na reunião poderão se sentidas já a partir desta quinta-feira, 27, na diferenciação do trato que cada grupo – ou pelo menos os seus núcleos mais orgânicos – terá de lado a lado.
E desembocará, fatalmente, nas eleições de 2022, tanto em âmbito nacional quanto em relação ao estado.
Mas esta é uma outra história…

Arraial Da Gente de Bequimão é sucesso de Público e de Atrações

Já virou tradição, o povo gosta e o prefeito Zé Martins e a Secretaria de Cultura Dinha Pinheiro e sia equipe, não economizam na ora das escolhas, e assim tem se mantido, o Arraial Da Gente de Bequimão; é um maiores e um dos melhores da Região da Baixada.

Isso dito pelos brincantes das pequenas, medias e grandes atrações que tem se apresentado ou que se esforçam para se apresentarem no Arraial de Bequimão, sempre com um público acima da média na Região da Baixada.


Um exemplo disso foi o dia 24 dia de São João, onde o Parque ficou pequeno para o grande público que compareceu para ver as atrações, como o Boi Estrela de Bequimão, querido e amado pelo povo de Bequimão e que a 35 anos enche de beleza e faz ecoar as mais lindas melodias do Bumba Meu Boi.

E além das grandes atrações, o prefeito Zé Martins, não deixa de apoiar e fazer questão, que as tradicionais brincadeiras da cidade e principalmente do interior do município de Bequimão, se apresente no Arraial Da Gente e se mantenha e se valorize as tradições culturais do município.














A quem Luciano estaria enganando oferecendo a vaga de Vice

Chega a noticia de que o prefeito dos palcos, teria acertado depois das ameaças do presidente da Câmara de sair candidato à prefeito e disputar com o próprio Luciano, teria oferecido e Elizeu de Tatan, aceitado a vaga de vice. Noticia confirmada pelo próprio Elizeu

O problema é que essa mesma proposta, já teria sido oferecida ao Vereador Lucas do Beiradão e ao próprio Vice atual, Stélio, que já teria sido banido da possibilidade há muito tempo e só não rompeu, porque depende manter um grupo enorme de familiares e amigos em cargos na prefeitura

Outro que já estaria sendo usado pelo prefeito e teria recebido a confirmação de que seria o vice, numa proposta de Luciano reeleito, sair par Depurado Federal, deixando na prefeitura o "amigo" e atual secretário da infraestrutura João Batista Segundo

A pergunta que não quer calar é: "o que estaria pretendendo o prefeito a mais de um ano para a eleição, e no pior momento da sua administração, oferecendo a vaga de Vice a tantos aliados? Com certeza em muito pouco tempo saberemos se ficará entre esses quatro ou se em breve veremos e teremos uma próxima vitima!!!

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Prefeito Zé Martins junto com o Deputado Zé Inácio se reúnem com o Secretários Noleto

O prefeito de Bequimão, Zé Martins e o Deputado Estadual de Bequimão Zé Inácio se reuniram com o Secretário Estadual da Infraestrutura, Cleyton Noleto.

Os dois representantes de Bequimão, se reuniram também com o Secretário adjunto Rafael e na reunião, trataram de assuntos e demandas de ações de infraestrutura que visam melhorias para o município e à população de Bequimão.

Uma das demandas dos bequimoenses foi o asfaltamento de varias ruas da Cidade de Bequimão do programa Mais Asfalto, que já deveria ter atendido o município e não foi e  a melhoria do acesso ao município. O  prefeito Zé Martins, depois da Reunião se disse confiante na demanda do  Deputado Estadual Zé Inácio junto ao Governo do Maranhão.

OAB/MA se junta à DPE, após reunião com MIQCB e CPT/MA, na ação civil pública para a retirada das cercas da Baixada Maranhense

Em reunião realizada na sede da OAB/MA, na tarde desta terça-feira, com quilombolas, quebradeiras de coco do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), representantes da Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), Comissão Pastoral da Terra (CPT/MA), a Seccional Maranhense anunciou, por meio do presidente Thiago Diaz, que entrará juntamente com a DPE/MA com ação civil pública para garantir o livre acesso ás áreas de domínio público,  de uso comum dos povos e comunidades tradicionais na região da Baixada Maranhense e que não podem ser cercadas e privatizadas. 
Thiago Diaz garantiu também que, a campanha deflagrada pela Subseção de Pinheiro (um dos municípios da Baixada Maranhense), “Lugar de animal é no cercado. Respeite os limites de velocidade” está direcionada a questão do trânsito nas áreas urbanas, próximos às rodovias. “Em nenhum momento é para legitimar um discurso de força de apropriação de terras,   públicas e principalmente de áreas indispensáveis à sobrevivência da coletividade, dos povos e comunidades tradicionais. Vamos estar atentos e vigilantes a maneira de comunicar essa campanha. 
Sobre a campanha “Lugar de animal é no cercado. Respeite os limites de velocidade” 
Em Pinheiro será realizada, no próximo dia 27 de junho organizada pela Subseção da OAB, um ato público de fixação de placas nos dez pontos de maior acidentes causados pelos  animais soltos, uma  audiência pública para sugerir alterações no código de conduta da cidade e uma reunião com os criadores para orientá-los sobre questões jurídicas. 
Para o Defensor Público, Jean Carlos Nunes Pereira, é uma campanha em defesa da vida pela cerca, sugerindo prender os animais, que neste caso refere-se somente ao búfalo. “Como se a cerca preservasse a vida e na prática o que subtrai a vida dos povos e comunidades tradicionais é exatamente a cerca”, afirmou. 
A questão das cercas elétricas na Baixada Maranhense é um problema antigo. Limitam o acesso livre ao território de uso comum de várias comunidades tradicionais, além trazerem risco de morte aos moradores, pois, muitas são energizadas. Para o MIQCB, as cercas são a ponta de um problema de grilagem de terra e invasões a áreas públicas de proteção ambiental. Processos tramitam na justiça para regularização do território como quilombola e o Estado tenta, mas não consegue concluir a Operação Baixada Livre. “É importante o envolvimento de instituições que representam a sociedade, como a OAB/MA, para que reforcem essa luta, já que o Estado até agora não tem apresentado capacidade suficiente para resolver um problema de sua competência”, enfatizou Ronilson Costa, presidente da CPT.  
Sobre a ação civil pública
A ação civil pública movida pela DPE/MA e OAB/MA terá como objeto obrigar o Estado e as pessoas que colocaram as cercas, muita delas energizadas, a indenizar os trabalhadores e trabalhadoras rurais e comunidades tradicionais pelos danos e prejuízos causados além de proceder com imediata retirada desses equipamentos e todos os elementos que impeçam o livre acesso a essas áreas de uso coletivo; campos e babaçuais principalmente. 
Durante a reunião, que contou com a representação de diversas comunidades quilombolas e de quebradeiras de coco babaçu da Baixada Maranhense foram relatadas as ameaças de morte sofridas pelos moradores. “O acesso antes era livre, agora estamos presos, os animais soltos e sem acesso ao nosso meio de vida”, desabafou uma quebradeira de coco babaçu, que por motivo de segurança não vamos identifica-la.

Justiça autoriza ida de Tiago Bardal à Câmara Federal para oitiva

Quem apostou que a prisão do delegado Tiiago Bardal poderia ser um fator impeditivo para a sua ida à Câmara Federal, onde será ouvido na Comissão de Segurança, sobre as denúncias contra o secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, se enganou.
A Justiça, através da 1ª Vara Criminal, autorizou a ida de Bardal para participar da oitiva, que será comandada pelo deputado federal Aluisio Mendes. A autorização foi assinada pelo juiz Ronaldo Maciel que autorizou a ida mediante escolta da Polícia Federal. Veja abaixo a decisão.

Tiago Bardal e o delegado Ney Anderson serão ouvidos na Comissão de Segurança, após serem convocados através de um requerimento do deputado Aluísio Mendes (Podemos). A oitiva acontecerá no dia 02 de julho, às 16h30.
Os dois delegados tem acusado, sistematicamente, Jefferson Portela de ter realizado investigações ilegais, inclusive através de grampos sem autorização, contra desembargadores, filho de desembargadores e políticos, principalmente aqueles que não são da base do governador Flávio Dino. Jefferson Portela tem negado as acusações.
É aguardar e conferir.

terça-feira, 25 de junho de 2019

Roseana descarta aposentadoria e prepara volta para 2022

Após a derrota ainda no primeiro turno na disputa do Governo do Maranhão em 2018, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), naturalmente saiu de cena e muitos apostam que ela já está aposentada da vida pública. Porém, a emedebista confessa aos mais próximos que pretende voltar as disputas eleitorais em 2022. De acordo com fontes de bom trânsito com a filha de José Sarney, ela deve disputar o Senado ou uma vaga para a Câmara Federal na próxima eleição.
Roseana avalia o resultado de 2018 como uma surpresa, ela acreditava que Roberto Rocha teria um desempenho melhor para garantir o segundo turno. E avalia que mesmo sem prefeitos, sem vereadores e ainda com setores da estrutura governamental trabalhando por Flávio Dino como a Polícia Militar, ela obteve expressivos quase 1 milhão de votos.
Apesar de sumida do noticiário político e dos holofotes, Roseana tem recebido políticos com certa frequência em sua residência. Além dos seus aliados de primeira hora, estão políticos que não estão no mesmo campo, dentre aqueles que mais conversam com a ex-governadora estão o senador Roberto Rocha (PSDB), a superintendente da Funasa, Maura Jorge e deputados, inclusive alguns da base do governo, caso de Felipe dos Pneus (PRTB).
Em 2020, ela pretende voltar a rodar o Maranhão durante as eleições municipais, porém pretende focar a atenção nas 15 maiores cidades do estado. Inclusive São Luís e Imperatriz estão no radar da ex-governadora.
A sua desenvoltura em 2020 e o cenário político é que vão definir qual cargo disputará em 2022…

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Após esfaquear esposa homicida com mandado de prisão é espancado por populares e preso na zona rural de Bequimão-Ma

Após esfaquear esposa homicida com mandado de prisão é espancado por populares e preso na zona rural de Bequimão-Ma
Logo nas primeiras horas desta segunda-feira (24), a polícia militar do município de Peri-Mirim foi informada por meio de uma ligação, de que Robson Viegas teria desferido golpes de facão em sua companheira Samia Pinheiro Barros do povoado Buritizeira na zona rural de Bequimão, a polícia de Peri-Mirim entrou em contato com a PM de Bequimão, que foi até o local, chegando no povoado o acusado adentrou no mato tomando rumo ignorado.
Horas depois a polícia recebeu uma ligação do hospital de Peri-Mirim informando que havia dado entrada o indivíduo com uma perfuração no pescoço, e um tiro nas costas de uma espingarda bate bucha.
A polícia então se deslocou para o hospital e constatou que o indivíduo citado, tratava-se de Robson Viegas o agressor da sua esposa.
Ele foi linchado por populares, que ficaram indignados com a atitude do mesmo em ter esfaqueado sua esposa. A polícia constatou que tem um mandado de prisão em aberto em desfavor de Robson, expedido pelo juiz de direito da Segunda Vara do Tribunal do Júri da comarca de São Luís o senhor Gilberto de Moura Lima. A policial perguntou a Robson sobre o mandado em aberto, ele respondeu que seria por ele ter matado um homem com 18 facadas.
Após ele ter sido medicado e recebido alta do hospital, ele foi apresentado na delegacia Regional de Pinheiro.
A vítima da violência doméstica foi levada para o hospital onde recebeu atendimentos e segundo informações está fora de perigo.

Homem é vítima de tentativa de homicídio nas primeiras horas da madrugada desta segunda-feira em Pinheiro

Homem é vítima de tentativa de homicídio nas primeiras horas da madrugada desta segunda-feira em Pinheiro

Por volta das 00h desta segunda-feira (24), uma equipe do SAMU pediu apoio a PM, pois iria atender um chamado na Feira Municipal, é que um homem havia sido atingido por disparos de arma de fogo. Chegando ao local, as informações eram de que, dois indivíduos em uma motocicleta efetuaram os disparos e fugiram.
A vítima segundo informações é conhecido apenas por Janjão.
O SAMU fez o atendimento e levou a vítima para o hospital Antenor Abreu, o blog foi informado de que Janjão está fora de perigo.

Representante nacional do Unicef visita Bequimão para conhecer o projeto da Semana do Bebê Quilombola


A representante do Unicef no Brasil, Florence Bauer, visitou o município de Bequimão, nesta quinta-feira (20), para conhecer de perto o projeto da Semana do Bebê Quilombola, que tem transformado os indicadores locais relacionados à infância e à adolescência. Ela foi recebida pelo prefeito Zé Martins e por parte da equipe envolvida nas ações das áreas da saúde, educação, assistência social, esporte, cultura e igualdade racial.
Desde 2013, quando o projeto começou a ser executado, foi construída uma rede de trabalho para buscar a melhoria de 13 indicadores sociais. O monitoramento inicia ainda na gestação, com a oferta de pré-natal adequado às mães, passando pela vacinação, escolaridade e proteção contra a violência. “Eu vim aqui para conhecer o município que participa da iniciativa do Selo Unicef. Deu para ver uma equipe trabalhando junto. Essa rede pode realmente fazer a diferença para a criança e o adolescente, garantindo um melhor começo de vida”, destacou Florence.
O prefeito Zé Martins comentou que Bequimão, com aproximadamente 21 mil habitantes, experimenta dificuldades semelhantes às de outros municípios brasileiros. Segundo ele, parcerias com instituições como o Unicef ajudam a enfrentar essas problemáticas. “Em conjunto, podemos avançar em políticas públicas. A nossa administração tem um olhar sensível pelas comunidades quilombolas, por isso procuramos realizar esse trabalho com muita responsabilidade. Estamos empenhados em melhorar cada um dos indicadores sociais, porque eles vão demonstrar que o nosso povo está vivendo com mais qualidade”, garantiu o prefeito.
Bequimão está tentando conquistar o Selo Unicef, concedido a municípios que comprovem cuidar bem dos seus meninos e meninas. Para a chefe do Escritório do Unicef em São Luís, Ofélia Silva, os municípios menores, como é o caso de Bequimão, têm grande potencial para a consolidação de um compromisso coletivo em torno da infância e adolescência. “É onde as pessoas estão mais próximas, se conhecem, acompanham o crescimento de suas crianças, têm o compromisso de uns com os outros. É isso que o Unicef pede através do selo: que todo mundo se sinta responsável por cada uma das crianças”, afirmou.
Participaram da reunião a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, articuladora do projeto em Bequimão; o secretário de Saúde, Sidney Bouéres; o secretário de Esportes, Kell Pereira; e a representante da Fundação Josué Montello, Claudete Ribeiro. A visita à sede da Prefeitura Municipal foi encerrada ao som dos alunos da Escola de Música. Depois, a equipe do Unicef seguiu para uma roda de conversa na comunidade quilombola de Rio Grande.

Junho, festas e fogos

Da Coluna do Sarney
São Luís é uma terra que bem merece ser chamada de Ilha do Amor. Melhor seria se fosse do Amor Demais. Falo do amor a sua história e a sua gente, a seu espírito, a sua beleza. Para parodiar Hemingway, que dizia que “Paris é uma Festa”, eu diria que São Luís é um amor. É para mim uma terra de lembranças que estão associadas a minha mocidade/juventude, já que são uma mesma coisa. Mocidade, o tempo da vida, juventude, a vida do tempo em que descobrimos a alma, o espírito, os pensamentos, as pessoas que definitivamente vão se incorporar ao nosso universo sentimental.
Mas a São Luís que está na minha alma, na saudade e na lembrança já não existe mais. Mataram-na os anos em que o progresso criou outras cidades dentro da minha cidade. Eu mesmo ajudei-a a desaparecer, quando construí a Ponte José Sarney, que criou uma outra cidade, moderna, sem os paralelepípedos e as pedras de cantaria, sem os sobradões e os azulejos, sem os mirantes e as moradas inteiras, meia-moradas e porta-e-janelas, e sem os bondes, onde jogávamos os primeiros olhares para as moças do nosso tempo, lindas nos seus uniformes de saia azul e blusa branca.
Mas a cidade não era a Ilha do Amor, era a Ilha Rebelde, rebelde pelas heranças do passado que a fez resistir a todas as ocupações, dos franceses, dos holandeses e dos portugueses, e a todos os governos, para ser uma cidade sem amarras, bem brasileira, na miscigenação das raças, em que negras magras e elegantes tiveram forte influência.
Falo da cidade para falar da alegria do nosso povo, dos folguedos populares, do nosso Carnaval — que até hoje resistiu às invasoras tendências de modernidade para se manter autêntico e puro. Depois o São João, que copiaram da gente e em que jamais serão o que nós somos.
E falar de São João é falar de Junho, mês em que chegam os ventos gerais, em que os dias vão se transformando de chuvosos para de sol aberto, e as noites são os sotaques dos bois, do Bumba-Meu-Boi, em que se misturam os caboclos de paus de fita, os índios de cabeças de pena, as “catirinas”, os “pais-franciscos”, e, por fim, os “bois”, de couro, de miçangas e com figuras religiosas bordadas por mãos de fada, como aquela “Neusa”, cantada nas toadas de matraca e de pandeiros gigantes: “foi Neusa quem bordou”. E os cantadores, heróis do nosso povo, que deixaram até provérbios como este: “como o Boi de Tolentino, só fama”, quando a decadência chegava, ou com a velhice ou com a perda do prestígio e beleza.
E ainda o Tambor de Crioula, das saias rodadas e das “pungas sensuais”. Tudo isso misturado com os fogos, os busca-pés, as danças e o trejeito das mulatas.
Entre fogos e festas brincamos todos. Tribuzzi, Bogéa, Evandro, Luís Carlos, Sílvio, Cadmo, Floriano, Figueiredo e eu passávamos a noite acompanhando, com matracas na mão, o Boi da Maioba.
Junho, Maranhão, festas e fogos.

Flávio Dino se incomoda até com latim de Sérgio Moro


O governador Flávio Dino (PCdoB) parece ter uma nova obsessão: o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública).
No domingo (23), ele usou o Twitter para criticar até o latim do auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (PSL).
“Atuando na área jurídica por 30 anos, nunca me interessei por expressões em latim. Sempre tive como objetivo escrever e falar corretamente em português. Tem sido mais útil”, escreveu.
A declaração veio depois de Moro postar citação do filósofo romano Horácio em latim: “parturiunt montes, nascetur ridiculus mus” – “a montanha pariu um rato”, em português.
O ministro ironizava mais uma revelação do site The Intercept.

CETEC de Pinheiro forma mais uma turma para o Mercado de Trabalho


A Escola CETEC, especializada em preparação de: principalmente, jovens, para o mercado de trabalho, com curso profissionalizante, acaba de formar mais uma turma de Pinheiro e Região da Baixada.

A Escola CETEC, com mais de 10 anos no mercado é uma referência no Maranhão, com sua matriz na Capital, São Luís e filial em Pinheiro, já preparou milhares de jovens para o concorrido mercado de trabalho do Maranhão e até fora dele.

Uma nova turma de 30 jovens foi contemplada no CETEC em Pinheiro, numa solenidade (foto) que contou com o Presidente Estadual do CDL Edson Wanderley. Para o Presidente do CDL de Pinheiro e do Lions Internacional da Baixada, a CETEC tem tido um papel muito importante na formação de profissionais com Cursos Profissionalizantes para o Mercado de Trabalho.


domingo, 23 de junho de 2019

Confirmada a data das oitivas com delegados do MA na Câmara Federal


Agora é oficial e no próximo dia 02 de julho, às 16h30, na Câmara Federal, os delegados maranhenses Ney Anderson e Thiago Bardal serão ouvidos na Comissão de Segurança, após serem convocados através de um requerimento do deputado federal, Aluísio Mendes (Podemos).
A oitiva já está agendada na pauta da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. No entanto, ainda não está confirmada a data que a comissão irá ouvir também o secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela.
Os dois delegados tem acusado, sistematicamente, Jefferson Portela de ter realizado investigações ilegais, inclusive através de grampos sem autorização, contra desembargadores, filho de desembargadores e políticos, principalmente aqueles que não são da base do governador Flávio Dino.
Jefferson Portela tem negado as acusações, mas tem utilizado a estratégia equivocada de criticar quem está querendo apurar as denúncias, como os deputados federais Aluísio Mendes e Edilázio Júnior (PSD).
Nesta semana, Aluisio Mendes utilizou a Tribuna da Câmara Federal para rebater as críticas de Portela. Em duríssimo discurso, Mendes assegurou que irá presidir as oitivas e que se Portela faltar com respeito com a comissão ou qualquer parlamentar, terá sua prisão decretada (reveja).
Agora é aguardar e conferir, pois no dia 02 de julho os delegados Thiago Bardal e Ney Anderson serão ouvidos na Câmara Federal.