quarta-feira, 27 de maio de 2020

Prefeitura de Bequimão entrega Kit de cuidados a Bebê quilombola da VII edição


Em continuidade à *VII edição da Semana do Bebê Quilombola de Bequimão*, com o tema "Todos Pela Primeira Infância", a bebê prefeita Yasmim Vitória foi visitada, nesta última terça (26), pelo Núcleo de Cidadania de Adolescentes do Selo Unicef e pelo Projeto Social BoraVer, que a entregaram o kit de cuidados com o bebê, na comunidade quilombola Ramal do Quindíua.

Ela também recebeu uma cesta básica e um kit com máscaras para a família. Os benefícios são assegurados pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, com apoio das secretarias de Assistência Social, Saúde, Agricultura e da Sala do Empreendedor.

terça-feira, 26 de maio de 2020

Bequimão debate ações para combate contra o Covid 19 nas comunidades Quilombolas


A secretaria de Estado de Igualdade Racial (SEIR), promoveu nesta sexta-feira (22), reunião virtual com os Gestores Municipais de Igualdade Racial, Lideranças Quilombolas e de Matriz Africana para discutir o avanço da pandemia nas comunidades quilombolas e as ações do Governo do Estado no combate ao Covid 19.

A reunião contou com a participação do Dr. Marcos Pacheco, médico sanitarista e secretário de estado de Políticas Públicas.

*#SEIR*
*#PrefeituradeBequimão*
*#BequimãoContraoCovid19*
*#CulturaeIgualdadeRacial*
*#OtrabalhoContinua*

Dois Pinheirenses da área de saúde, dois destinos diferentes



Poucos pinheirenses se destacam tanto na área médica no cuidado e no tratamento das pessoas. São mais de 50 anos dedicados a cuidar das pessoas e ajudando a salvar vidas. Quisera Deus que ele passasse por essa provação, com certeza pra dar ainda mais valor do que já dava a sua vida e à vida dos seus irmãos.

Foram 55 dias internados. Acostumado a cuidar de quem geralmente fica deitado num leito hospitalar, foi ele, o conhecido, admirado e amado por muitos, o Dr José Domingos Miranda, conhecido carinhosamente, como Dr. Miranda ou Miramdinha. Essa imagem imagem com o cartaz "Eu venci a Covid 19", com certeza marcará a sua vida e a vida dos pinheirenses e maranhenses.

Do outro lado uma jovem pinheirense, no início da sua carreira, escolhida, para ajudar também a tratar da Saúde e ajudar a salvar a vida dos seus irmaos. A jovem e dedicada emfermeira Marlu  de 30 anos, não teve a mesma sorte do conterrâneo Miranda, foi vencida pela Covid 19, mas, como dizem quem a conhecia e convivia com ela, com a sua alegria e simpatia, foi Deus, quem a escolheu para a seu lado, cuidar dos que chegam no Céu e precisam de alguém cheio de alegria para iluminar seus corações e seus espíritos. Dois pinheirenses da área de saúde, que  escolheram ajudar a tratar da saúde e a salvar vidas e dois destinos diferentes....

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Bons resultados: Equipe de monitoramento acompanham pacientes contaminados em Bequimão


Em 7 dias de atividades nossa equipe de monitoramento volante realizou 83 visitas à pessoas com sintomas do covid-19. Os profissionais passaram pelos povoados deserto, Coelho, calhau, centrinho de buritizeira, jeniparana, barroso, Rio grande, Santa Vitória, balandro, murincinzal e bebedouro, além dos bairros sãoluizinho, ferro de engomar, cidade nova e no centro.

Esse trabalho é realizado pela prefeitura de Bequimão por meio da Secretaria Municipal de Saúde   A equipe incansável que está percorrendo todo o município de Bequimão é formada por biomédico , enfermeiros, psicólogos, Tecnico em enfermagem e motorista. Os profissionais de saúde fazem o acompanhamento clínico dos casos suspeitos com sintomas, orientam quanto ao uso dos medicamentos, fornecem máscaras e distribuem panfletos com informações as famílias.

Para o prefeito Zé Martins, esse trabalho de acompanhamento e monitoramento, tem dado bons resultados e demonstra que com o atendimento imediato, o diagnóstico,   , o tratamento com o monitoramento, temos sauvado muitas vidas, que poderiam ter sido perdidas em Bequimão. Isso nos deixa muito satisfeito e mostra o comprometimento da equipe da Saúde e a preocupação e zelo com a nossa população. "Não vencemos a guerra, mas estamos no caminho certo". Disse Ze Martins.


Desigualdade social x Pandemia


A desigualdade social no Brasil não é novidade. Não teve início ontem e, infelizmente, foi acentuada hoje, com a pandemia de Covid-19. Quantas pessoas em nosso país não tinham fôlego financeiro nem para uma semana? Quantas dessas pessoas precisavam sair de casa para trabalhar, todos os dias, apenas para conseguir sobreviver àquele dia específico?

Quando falo em dicas de saúde que envolvem o descanso, o momento de lazer, sei que falo para uma parcela da sociedade que tem o privilégio de fazer isso. Uma outra parcela está sem saber o que fazer para conseguir alimentar a família e evitar a contaminação pelo Coronavírus.

Sou médico e estou vivendo uma rotina exaustiva por estar trabalhando na UTI exclusivamente Covid do Hospital Universitário, a proteção que uso durante o atendimento, muitas vezes, machuca o meu rosto, bebendo mesmo água do que deveria, mas ainda assim sei que sou um privilegiado. Privilegiado por estar trabalhando, por saber que a minha família está em segurança, por ter o que comer e por ter aonde dormir.

E mais do que enxergar os meus privilégios e o privilégio de muitas outras pessoas ao meu redor, é preciso fazer algo a respeito. Claro que tudo começa com a conscientização e com enxergarmos a desigualdade do nosso país e do nosso estado. Após conseguirmos fazer isso, o próximo passo é questionar a nós mesmos sobre o que podemos fazer para ajudar a diminuir esse abismo social. 
Não podemos mudar o ONTEM, mas podemos ajudar a ameninar o HOJE e a encontrar soluções para que o AMANHÃ não seja tão cruel para tanta gente.

Por: Joel Nunes Júnior
Médico cardiologista
Conselheiro do CRMMA

sábado, 23 de maio de 2020

Cadê o dinheiro: em menos de 60 dias, Prefeitura de Palmeirândia já recebeu quase R$ 6 Milhões e Saúde está na UTI

PORTAL DO BAIXADEIRO : PREFEITO JORGE GARCIA ACABA COM TRADIÇÃO DO ...
Adicionar legenda
Em menos de 60 dias, Prefeitura Municipal de Palmeirândia já recebeu R$ 5.597,476,70 (Cinco Milhões Quinhentos e Noventa e Sete Quatrocentos e Setenta Seis Reais e Setenta Centavos), em repasses federais. Apenas com recursos de apoio aos municípios, recurso extra da pandemia da Covid-19, já caiu na conta do município administrado pelo prefeito Jorge Garcia (PL), a quantia de R$ R$ 1.513.872,40 (Um Milhao Quinhentos e Treze Oitocentos e Setenta e Dois Reais e Quarenta Centavos).
Mesmo já tendo varias deenuncia, o grupo Garcia ainda continuua maltratando a população do municipio de Palmeirândia. O prefeito Jorge Garcia, não toma jeito e denúncias pipocam nas redes sociais contra sua administração.
Veja abaixo, o extrato do Banco do Brasil com os valores recebidos pelo Município de Palmeirândia:

Com a assinatura de 28 senadores, PEC amplia mandatos dos atuais prefeitos e vereadores e unifica eleições em 2022

Entre os senadores que assinam a proposta estão os maranhenses Weverton Rocha e Eliziane Gama; Pandemia do novo coronavírus é um dos motivos para a medida que pode unificar eleições.
PEC já possui assinatura de 28 dos 81 senadores...
PEC já possui assinatura de 28 dos 81 senadores…
Em função da pandemia no novo coronavírus e com o objetivo de evitar a propagação da doença, foi apresentada nesta quarta-feira, 20, no Senado uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para prorrogar os mandatos de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores eleitos em 2016.
A PEC 19/20, introduz dispositivos ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, a fim de tornar coincidentes os mandatos eletivos. Segundo a proposta, o mandato dos eleitos em 2016 terá a duração de seis anos.
Assim, a partir de 2022, passariam a ser gerais as eleições para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e vereadores.
A PEC foi assinada por 28 senadores. Como justificativa, foram considerados três objetivos: dar segurança jurídica ao pleito eleitoral municipal previsto para este ano, mas que deverá ser adiado em razão da pandemia; aproveitar os recursos destinados à justiça eleitoral na organização do pleito de 2020 para o combate ao coronavírus; unificar definitivamente as eleições municipais com os pleitos estaduais e federais, de modo a economizar na organização pela Justiça eleitoral e no fundo partidário.
Agora, o texto aguarda análise pelas Casas Legislativas.
blank
blank